#AV | #Elétricos | #Goiás

Esporte a motor em Goiás, no Brasil e no Mundo

sábado, 24 de novembro de 2012

Papareli ficou próximo do pódio em sua primeira participação no Skusa


Rendimento do motor atrapalhou pretensões do paulista em Las Vegas

O paulista Vinícius Papareli (Unicerta | Academia Postural | TCM Pilates) fez sua estreia em uma das grandes competições internacionais durante a última semana, de 15 a 18 de novembro. E foi uma estreia em grande estilo, disputando o mais importante campeonato do kartismo americano, o Skusa, que em sua 16ª edição reuniu quase 500 pilotos de todas as partes do mundo em uma pista montada no estacionamento do Hotel Rio, em Las Vegas.

Competindo pela categoria TaG Júnior com chassi CRG, Papareli começou bem os treinos na até então desconhecida pista americana e terminou os aprontos sempre entre os dez primeiros colocados em um total de 80 competidores. Porém, o bom rendimento aos poucos foi caindo e na tomada de tempos o brasileiro - eram 46 representantes do nosso kartismo na competição - ficou com a 7ª posição em seu grupo e em 13º na geral.

Com o direito de largar desta posição (13º) nas três provas classificatórias, Papareli terminou a primeira delas em 9º, mas foi punido por ultrapassar em bandeira amarela e finalizou em 11º. O baixo rendimento do motor obrigou a equipe a trocar um de seus componentes e, por isso, Vinícius Papareli perdeu 10 posições, largando em 23º na segunda classificatória.

O brasileiro fez ótima prova de recuperação, terminando a classificatória em 12º e, na terceira e última, largou novamente em 13º, terminando-a em 11º. A soma dos pontos fez com que se classificasse para a grande Final, quando largaria em 16º.

Novamente com um motor de rendimento menor do que os ponteiros, Vinícius Papareli (Unicerta | Academia Postural | TCM Pilates) teve que se esforçar ainda mais para tirar a diferença no miolo do circuito. "De reta eu ‘tomava’ cerca de cinco décimos do primeiro colocado, mas conseguia recuperar um pouco nas curvas. Ficou mais difícil, mas ainda assim consegui terminar muito próximo do pódio", avalia Papareli.

Ao fim da batalha decisiva o brasileiro recebia a bandeirada final entre os dez melhores, em 8º, e único piloto no "top ten" que utilizava chassi CRG. "Acho que foi muito legal. Eu participava pela primeira vez desta competição, bastante diferente do que estamos acostumados no Brasil, e me adaptei bem ao traçado e a tudo", salienta Papareli. "O rendimento do motor atrapalhou nossas pretensões e acho que, não fosse isso, eu poderia ter brigado pelo menos por um lugar no pódio. Mas ano que vem tem mais e espero estar presente mais uma vez nesta grande festa que é o Skusa", finaliza o piloto.

KG COM Assessoria de Comunicação - Erno Drehmer (MTb/RS 14.706)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja bem-vindo ao Blog SBR!