#AV | #Elétricos | #Goiás

Esporte a motor em Goiás, no Brasil e no Mundo

quinta-feira, 6 de dezembro de 2012

Piquet busca terceira vitória em casa para esquecer ‘ano difícil’ na Truck

Brasiliense da ABF/Mercedes-Benz admite caminhão longe do ideal no acerto de suspensão para temporada que termina domingo


A temporada de 2012 foi uma das mais difíceis da carreira de Geraldo Piquet na Fórmula Truck. Os inúmeros fatores que dificultaram seu trabalho no Campeonato Brasileiro fazem dos quartos lugares nas corridas em Caruaru e Cascavel seus melhores resultados no ano. O brasiliense da ABF/Mercedes-Benz vai disputar a décima etapa domingo (9), apostando no bom retrospecto em corridas no Autódromo Internacional Nelson Piquet, em Brasília (DF).

Piquet está em 12º lugar na classificação do Brasileiro. Exceção feita a 2005, quando foi 18º depois da ausência em quatro corridas por conta de um acidente de moto, jamais deixou de integrar o grupo dos 10 primeiros em uma classificação final de campeonato. Foi vice-campeão em 2008 e 2011, quinto em 2007, 2009 e 2010, oitavo em 2004 e 2006 e décimo em 2003. “Está longe de ser meu ano dos sonhos. Esse foi o ano dos pesadelos”, brinca.

Foi em Brasília, no autódromo que leva o nome de seu pai, que Piquet conquistou sua primeira vitória na Fórmula Truck, em 2006. “Fiquei tão eufórico que joguei meu capacete para a torcida”, recorda. Ele voltou ao topo do pódio no ano seguinte. “Essa uma pista de alta velocidade, boa para os caminhões Mercedes-Benz, tem todo um clima legal. É o fato de não precisar viajar, poder dormir em casa, estar perto da família, tudo isso ajuda bastante”, diz.

Além de não ter participado das duas primeiras corridas do ano, Piquet viu-se prejudicado pela capotagem que sofreu na quarta etapa, disputada em Goiânia. “Quando voltei, fui ao pódio em Caruaru, parecia que as coisas iriam engrenar. Em Goiânia, tive um problema no motor, era quarto e tiver de largar em último, nos boxes. Aí tive aquele toque e a capotada. Foi muita coisa ruim. Sem contar a dificuldade com o acerto de suspensão”, ele enumera.

O piloto de Brasília reconhece que o caminho tomado no trabalho com a suspensão do seu Mercedes-Benz neste ano não foi o ideal. “Nós já estamos trabalhando nisso para mudar para o ano que vem, a configuração desse ano não foi boa. Talvez isso atrapalhe bem menos em Brasília, porque é uma pista de quatro curvas, o tempo de trabalho da suspensão em curva é menor. Quem sabe terminar o ano com um bom resultado, vitória, e pensar em 2013”, diz. 

As dez edições já disputadas da etapa brasiliense tiveram seis pilotos conquistando vitórias. O maior vencedor na capital federal é Roberval Andrade, que ganhou em 2005, 2009 e 2010. Outro com dois triunfos é Renato Martins, em 2003 e 2004. Os demais foram Beto Monteiro, em 2002, Wellington Cirino, em 2008, e Felipe Giaffone, em 2011 – as edições de 2008, 2010 e 2011 foram as únicas que deram o título a seus vencedores.

Cirino, companheiro de equipe de Piquet desde 2003, é o recordista absoluto de pole-positions na pista brasiliense, onde comandou o grid cinco vezes, nas corridas de 2003, 2006, 2008, 2009 e 2011. Martins foi o pole em 2004 e 2005, enquanto Andrade partiu em primeiro em 2007 e 2010. Monteiro conquistou a pole da primeira corrida da categoria na capital federal, em 2002 – desde então, Brasília jamais deixou de figurar no calendário.

FÓRMULA TRUCK – CLASSIFICAÇÃO DO CAMPEONATO
1º) Leandro Totti (PR/Mercedes-Benz), ABF Racing Team, 185
2º) Felipe Giaffone (SP/MAN-Volkswagen), RM Competições, 140
3º) Beto Monteiro (PE/Iveco), Scuderia Iveco, 106
4º) Roberval Andrade (SP/Scania), Ticket Car Corinthians Motorsport, 101
5º) Wellington Cirino (PR/Mercedes-Benz), ABF/Mercedes-Benz, 95
6º) André Marques (SP/MAN-Volkswagen), RM Competições, 91
7º) Paulo Salustiano (SP/Volvo), ABF/Volvo, 77
8º) Régis Boessio (RS/Mercedes-Benz), ABF Desenvolvimento Team, 64
9º) Valmir Benavides (SP/Iveco), Scuderia Iveco, 56
10º) Adalberto Jardim (SP/MAN-Volkswagen), AJ5 Competições, 53
11º) Renato Martins (SP/MAN-Volkswagen), RM Competições, 47
12º) Geraldo Piquet (DF/Mercedes-Benz), ABF/Mercedes-Benz, 46
13º) Fred Marinelli (SP/Iveco), Marinelli Competições, 39
14º) João Marcos Maistro (PR/Volvo), Clay Truck Racing, 35
15º) Leandro Reis (GO/Scania), Original Reis Competições, 34
16º) Débora Rodrigues (SP/MAN-Volkswagen), RM Competições, 32
17º) Luiz Lopes (SP/Mercedes-Benz), ABF Racing Team, 30
18º) Luiz Pucci (ARG/Volvo), ABF/Volvo, 24
19º) Diumar Bueno (PR/Volvo), DB Motorsport, 21
20º) Pedro Muffato (PR/Scania), Muffatão, 18
21º) José Maria Reis (GO/Scania), Original Reis Competições, 11
21º) Danilo Dirani (SP/Ford), 72 Sports/Ford Racing Trucks, 11
23º) Christian Fittipaldi (SP/Mercedes-Benz), ABF Mercedes-Benz, 7
23º) Pedro Gomes (SP/Ford), 72 Sports/Ford Racing Trucks, 7
25º) João Omet

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja bem-vindo ao Blog SBR!