#AV | #Elétricos | #Goiás

Esporte a motor em Goiás, no Brasil e no Mundo

terça-feira, 16 de julho de 2013

Gianluca Petecof brilha em Serra e fatura Campeonato Brasileiro de Kart na categoria Júnior Menor

Aos 10 anos, piloto paulista caiu de segundo para sexto na primeira volta, mas fez belíssima prova de recuperação, escalou o pelotão e conquistou o principal título de sua carreira no sábado
O dia 13 de julho de 2013 ficará marcado para sempre na carreira de Gianluca Petecof. Na tarde do último sábado, o paulista de 10 anos tornou-se campeão brasileiro de kart na categoria Júnior Menor. A conquista coroa uma semana irretocável, quando o piloto esteve sempre entre os primeiros colocados em todas as atividades de pista no
Kartódromo Internacional de Serra (ES).

O feito obtido neste fim de semana é ainda mais expressivo porque Gianluca foi um dos mais jovens da história a ser campeão na Júnior Menor, triunfando numa categoria em que seus pilotos são geralmente mais velhos, tendo entre 12 e 13 anos.

É verdade que Petecof não fez uma boa largada. Após iniciar a corrida na segunda posição, o piloto caiu para sexto ainda na primeira volta. Mas havia tempo de sobra para uma reação. E ela aconteceu de maneira incrível. Volta após volta, o piloto foi escalando o pelotão e mostrou a boa forma que marcou toda a sua semana em Serra. Aos poucos, Gianluca foi recuperando todas as posições perdidas e voltou ao seu lugar de hábito, o topo. Depois de assumir a segunda colocação no 12º giro, Petecof finalmente subiu para a primeira posição duas voltas depois, e depois não foi mais superado.

Após 15 empolgantes voltas, Gianluca cruzou a linha de chegada com 0s404 de vantagem para o segundo colocado e finalmente comemorou o principal título do kartismo nacional. No seu primeiro ano como piloto da Júnior Menor, Petecof se consagrou como o melhor piloto do Brasil em sua categoria em 2013.

Gianluca Petecof:

"Estou sem palavras, não esperava por isso. A gente veio evoluindo, andando lá em São Paulo, ganhando as corridas, e viemos para o Brasileiro sem ter a obrigação de ganhar. Andei por mim, fiz o que pude, dei o meu máximo e isso resultou no título. Estou muito feliz. Considero esse título o mais importante da minha carreira".



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja bem-vindo ao Blog SBR!