#AV | #Elétricos | #Goiás

Esporte a motor em Goiás, no Brasil e no Mundo

domingo, 21 de julho de 2013

Kart: Gabriel Paturle foi ao pódio do Brasileiro de Kart

Primeira fase da competição foi realizada na última semana, no Espírito Santo
Terminou no último sábado, dia 13, a primeira fase do Campeonato Brasileiro de Kart 2013. 214 pilotos estiveram na pista do Kartódromo Internacional de Serra, no Espírito Santo e, um dos representantes de Minas Gerais foi o piloto Gabriel Paturle (AMG | Quake2), de Belo Horizonte, que competiu na categoria Júnior Menor.

Vindo de uma temporada de grande crescimento e expressivos resultados o piloto de 12 anos esteve muito competitivo desde o início da competição, que se deu ainda na terça-feira, dia nove, com os treinos livres. Sob os cuidados da equipe Quake2, com chassis Techspeed, motores da RBC Preparações e carburadores Gagago Bura o piloto se destacou bastante e finalizou o Brasileiro no pódio, com a quinta posição.

Após ter treinado no traçado capixaba duas semanas antes, o piloto e sua equipe já tinham em mente qual seria o melhor acerto para aquele traçado. Contudo, para apimentar e dificultar ainda mais o trabalho de ajuste e preparação do equipamento, as condições climáticas variaram demais durante toda a semana. Com isso, em alguns treinos e mesmo em corridas foi normal começar com a pista de uma forma e, terminar, completamente diferente.

Nesse cenário de incerteza Gabriel conseguiu se manter sempre no Top10 dos treinos livres e, na tomada de tempos, que definiu o grid de largada para as duas classificatórias, ele registrou a quarta melhor marca, com o tempo de 47s988 estando a apenas 70 milésimos do que foi estabelecido pelo pole-position.

Animado e, principalmente, sabendo que o único resultado que realmente iria importar era o da corrida final, o piloto fez duas corridas classificatórias de muita cabeça. Sempre rápido, mas, sem se envolver em toques ou batidas, o piloto foi o quinto colocado nas duas classificatórias, somou apenas 10 pontos, e foi para a Pré-Final abrindo a terceira fila. Assim como nas corridas anteriores Paturle largou muito bem, chegou a estar na segunda posição, mas, novamente, teve o sangue frio para conduzir seu kart até o final quando, novamente, terminou no quinto lugar.

Na tarde de sábado, então, foi disputada a corrida final. Paturle fez uma boa largada e pulou para a terceira posição. Algumas voltas depois ele caiu para o sétimo lugar, voltou a se recuperar e travou um grande batalha pelo quinto posto. Ao atingir esta posição ele impôs um forte ritmo e, com duas ou três voltas chegaria no primeiro pelotão. Porém, sem que os competidores fossem informados, a corrida foi finalizada com 75% de suas voltas e, com isso, Gabriel acabou ficando, novamente, com a quinta posição.

"Estou, no mínimo, decepcionado. Quando vamos para um Campeonato Brasileiro estamos vivenciando o ápice de um temporada. Desde o final do ano anterior o foco principal do primeiro semestre é o Brasileiro. Tudo que se treina, prepara e constrói é visando conquistar este título. Nós fomos desrespeitados enquanto pais, patrocinadores e, os meninos, como atletas. Eles tinham o direito de saber, com uma volta de antecedência que fosse, que a prova seria finalizada. Faltavam cinco voltas para o final da corrida, meu filho naquele momento era mais rápido que os líderes e, certamente, conseguiria chegar no pelotão. Não digo que iria ultrapassar nem ganhar, não é isso, mas tenho certeza que ele teria a opção de escolher como seria o final de sua corrida. O troféu de quinto lugar ficará na galeria como aquele que, certamente, poderia ter sido um maior", desabafou Frederic Paturle, pai do piloto.

Foto: Flávio Quick - Quick Comunicação

Assessoria de comunicação do piloto Gabriel Paturle
Jornalistas Responsáveis: Flávio Quick e Fabiola Cadar
Quick Comunicação e Marketing

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja bem-vindo ao Blog SBR!