#AV | #Elétricos | #Goiás

Esporte a motor em Goiás, no Brasil e no Mundo

terça-feira, 23 de julho de 2013

Rali: Pioneira entre as mulheres, Helena Deyama é presença confirmada na edição 2013 do Rally dos Sertões‏

Esta será a 14ª participação da piloto da equipe Luart Rally / Brasil Off Road na prova que completa 21 edições
22 de julho de 2013 - Principal competição off-road do país, e segunda em importância mundial, o Rally dos Sertões chega em 2013 em sua 21ª edição. Uma das pessoas que acompanhou o desenvolvimento e evolução da prova ao longo dos anos é a piloto Helena Deyama, que além de tudo, é uma das pioneiras entre as mulheres a disputarem a prova. O novo desafio acontece entre os dias 25 de julho e 03 de agosto, no coração do país, e Helena terá a companhia do navegador Rafael Dias na luta pelo título da categoria Super Production.

Helena Deyama fez sua estreia no Rally dos Sertões no ano de 1999, competindo a bordo de um Troller 2.0, quando realizou o sonho de disputar a maior prova da categoria no país, tendo como navegadora Katia Stefani. Apesar de iniciantes, fecharam a disputa com a 8ª posição da categoria Marathon, foi o início de uma história de muitas conquistas e aventuras entre a piloto e o rali. "Dali pra frente, o Sertões entrou para minha vida, já não dava mais para ficar de fora", disse Helena que no ano seguinte, com um carro melhor preparado conquistou o vice-campeonato da categoria Marathon, que hoje é chamada de Production T2.

Para Helena o ano de 2001 foi marcante, pois pela primeira vez competiu a bordo de um Mitsubishi, marca que a acompanha até os dias atuais. "Foi uma L200 R, que me trouxe muitas alegrias. A Kátia teve que se afastar dos ralis, e minha navegadora foi a Virgínia Esteves. Apesar da adaptação ao carro e navegadora, conquistamos o prêmio de melhor equipe feminina", contou.

Entre 2003 e 2004 , foi Priscilla Bonacin que dividiu o desafio da disputa do Rally dos Sertões com Helena . "A Pri já fazia parte da história da competição, pois havia participado de várias provas ao lado do seu pai, o conhecido Bonacin. E, juntas conquistamos muitas coisas". 

Com Priscilla indo estudar nos Estados Unidos, coube a Andrea Portas o papel na navegação para Helena em 2005 e 2006. "Foi um ano especial, conseguimos patrocínio da Goodyear, e tínhamos bons equipamentos e melhores condições. Foi em 2005 também que consegui conquistar também o título de Campeã Brasileira de Rally Cross-country. A conquista foi muito importante, sendo que fui eu, a primeira mulher a conquistar um título nacional", disse.

Após muitas experiências e trocas de duplas, Helena constatou que além de um bom navegador, era necessário um entrosamento e amizade para que a equipe desse certo, e foi em 2009 que iniciou sua parceria com Josiane Koerich. "A Josi é uma navegadora que sempre admirei, ela formava dupla com seu irmão, onde foram sempre competitivos e vitoriosos", destacou.

Apesar do entrosamento perfeito com Josi, o ano de 2009 ficou marcado pelo incêndio que destruiu a TR4 preparada a etanol, a fatalidade destruiu o novo carro, e tirou da dupla a possibilidade de completar o Rally dos Sertões daquele ano. "Por incrível que pareça, o fato catastrófico nos uniu ainda mais, e com ajuda de amigos e toda comunidade do rali, além da comovente doação do príncipe Nasser Al Attiyah, voltamos ao rali em 2010 com uma nova L200 RS, que batizei de ‘Príncipe’, e que me acompanha até hoje nas competições".

NOVO DESAFIO 

Em sua 14ª participação, Helena Deyama terá pelo segundo ano a navegação de Rafael Dias, apesar de aprovar e confiar no roteiro apresentado, ela lamenta o fato de alguns estados terem ficado de fora do percurso, já que este ano o certame ficará restrito à Goiás e Tocantins. "Confio no trabalho da organização que sempre consegue levantar belos e desafiadores roteiros pelo sertão. Mas acho uma pena que não teremos contato com as belas paisagens do Piauí, Bahia, Ceará, Rio Grande do Norte e Maranhão, era muito legal terminar o rali com trechos de areia e dunas", explicou.

Das cidades que o Rally dos Sertões 2013 irá passar, Helena guarda recordações. "Se não me falha a memória, já passei por todas as cidades em meus 13 Sertões. Lembro bem de Pirenópolis, Natividade, Palmas, e o velho Jalapão, onde sempre acontecem as etapas Maratona. Só não lembro de Goianésia", disse a piloto que espera para este ano um verdadeiro cross-country. "Espero que não prevaleça à máquina, e sim o conjunto. É muito importante o carro o preparo do carro, uma navegação precisa e segura, e uma pilotagem eficiente".

O primeiro desafio da equipe será no dia 25, em Goiânia, durante a realização do Prólogo e Super Prime, equivalente a primeira - de dez etapas. Na ocasião, será definida a ordem de largada da primeira especial, que acontece entre Goiânia e Pirenópolis, na sexta-feira, dia 26. "Para o Prólogo vamos usar uma estratégia conservadora. Não vamos arriscar qualquer avaria no carro logo no início da prova. Vai ser um warmup ou um shakedown mais conservador".

A 21ª edição do Rally dos Sertões terá um roteiro de 4.115 quilômetros, sendo que 60% do total serão em especiais cronometradas e o restante em deslocamentos, passando pelos estados de Goiás e Tocantins.

Programação Rally dos Sertões 2013 

22/07 - Abertura da Secretaria de Prova
23/07 - Secretaria de Prova / Vistorias administrativas e técnicas
24/07 - Secretaria de Prova / Vistorias administrativas, técnicas e briefings
Local: Goiânia (GO) - Em frente ao Shopping Flamboyant

1ª etapa: 25/07 - quinta-feira
Goiânia (GO) - Prólogo e Super Prime

2ª etapa: 26/07, sexta-feira
Goiânia (GO) - Pirenópolis (GO)
Deslocamento Inicial: 133 km
Trecho de Especial: 84 km
Deslocamento Final: 32 km
TOTAL: 249 km

3ª etapa: 27/07, sábado
Pirenópolis (GO) - Uruaçu (GO)
DI: 37 km
TE: 287 km (183 km para caminhões)
DF: 89 km
TOTAL: 414 km

4ª etapa: 28/07, domingo
Uruaçu (GO) - Porangatu (GO)
DI: 31 km
TE: 233 km (180 km para caminhões)
DF: 25 km
TOTAL: 289 km

5ª etapa: 29/07, segunda-feira
Porangatu (GO) - Natividade (TO) [ETAPA MARATONA]
DI: 82 km
TE: 295 km (135 km para caminhões)
DF: 110 km
TOTAL 487 km

6ª etapa: 30/07, terça-feira
Natividade ((TO) - Palmas (TO)
DI: 27 km
TE: 355 km (182 km para caminhões)
DF: 43 km
TOTAL: 424 km

7ª etapa: 31/07, quarta-feira
Palmas (TO) - Palmas (TO)
DI: 109 km
TE: 514 km (142 km para caminhões)
DF: 123 km
TOTAL: 746 km

8ª etapa: 01/08, quinta-feira
Palmas (TO) - Minaçu (GO)
DI: 312 km
TE: 333 km (258 km para caminhões)
DF: 20 km
TOTAL: 666 km

9ª etapa, 02/08, sexta-feira
Minaçu (GO) - Goianésia (GO)
DI: 32 km
TE: 264 km (231 km para caminhões)
DF: 253 km
TOTAL: 550 km

10ª etapa, 03/08, sábado (Final) 
Goianésia (GO) - Goiânia (GO)
DI: 7 km
TE: 123 km
DF: 160 km
TOTAL: 290 km
Premiação

Assessoria de Imprensa da piloto Helena Deyama: 
SIG Comunicação - Silvana Grezzana Santos
+55 (11) 5016-6113 / 99972-6966 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja bem-vindo ao Blog SBR!