#AV | #Elétricos | #Goiás

Esporte a motor em Goiás, no Brasil e no Mundo

domingo, 17 de novembro de 2013

Após corrida de recuperação em Miami, Paludo destaca ano de altos e baixos na Nascar Truck Series

Após toque no muro no começo da prova, brasileiro fez prova de recuperação e terminou em 11º; ano foi de destaques com poles, top-5 e top-10, mas abandono em Phoenix impediu que o gaúcho fosse um dos cinco primeiros no campeonato

Em uma corrida emocionante, com três prorrogações para definir o vencedor, o gaúcho Miguel Paludo terminou na 11ª posição a corrida de Homestead-Miami, última etapa da temporada 2013 da Nascar Truck Series. Com este resultado, Paludo concretizou seu top-10 no ano, terminando o campeonato na nona colocação. Kyle Busch venceu a corrida e Matt Crafton se
tornou o campeão.

"A picape estava saindo de frente no começo da prova, fazendo com que eu tocasse o muro e entornasse o para-lama do carro. Foi difícil manter um bom ritmo até o pit stop. Depois, paramos e fizemos ajustes para deixar a picape mais ‘traseira’. A cada entrada no box, fazíamos esta modificação, ficando com bom comportamento na parte final da prova. Consegui recuperar boas posições, mas na última relargada a linha de baixo ficou e perdi o top-10 por pouco", diz Paludo.

O gaúcho fez um destaque positivo da temporada completa da Nascar Truck Series, encerrada na madrugada deste sábado em Miami, apesar de 2013 ter sido um ano de "altos e baixos", segundo Paludo. Os bons resultados deste ano foram fundamentais para que o brasileiro fosse considerado um dos três melhores pilotos do País em uma categoria top internacional de acordo com a maior premiação do automobilismo nacional, o Capacete de Ouro, promovido pela revista especializada Racing. Ao lado de Miguel, estão entre os finalistas Augusto Farfus Jr (DTM) e Felipe Nasr (GP2).

"Foi um ano de altos e baixos, liderando voltas, com pole e diversos top-5 e top-10. O nono lugar na tabela não reflete nosso verdadeiro ritmo desta temporada, já que o abandono em Phoenix fez com que eu perdesse muitos pontos", diz Paludo.

Partindo em décimo, o brasileiro ganhou posição e passou na primeira volta em nono, usando a linha externa. Na volta 5, a primeira amarela aparecia por detritos na reta oposta.

A relargada se deu na volta 9 e Miguel se posicionava dentro do top-15. Via rádio, o gaúcho relatava que seu truck estava um pouco solto na entrada até o meio da curva.

Joey Coulter, na volta 42, provocou uma sonhada bandeira amarela para Miguel. Ele aproveitou a parada para fazer grandes modificações em sua Chevrolet Silverado.

Paludo entrou nos pits em 21º e retornou em 24º, posição que relargou na volta 46 após trocar seus quatro pneus, reabastecer e fazer alterações.

Na volta 54, Darrell Wallace Jr teve um toque com Austin Dillon que fez furar seu pneu, provocando a terceira interrupção do safety car. Paludo, no momento, era o 19º e relatava uma sutil melhora de sua picape via rádio.

Relargando com 65 para o fim, já depois da metade da prova, Paludo era o 27º após uma parada dupla nos pits para reabastecimento, troca de pneus e ajustes.

Sem conseguir ir muito para frente, Paludo se mantinha na região da 18ª posição. Com 40 para o fim, Ryan Blaney provocou outra bandeira amarela ao ir para a parte suja da pista e ralar no muro.


A verde se deu com 35 para o final e Paludo era o 17º. Duas voltas depois, Spencer Gallangher e Nelson Piquet Jr se envolveram em um acidente que perdurou por muitas voltas. Com 25 para o fim Paludo relargava muito bem e ocupava a 13ª posição, escalando o pelotão.

No finzinho, Jeb Burton tocou o muro e provocou mais uma bandeira amarela. Paludo relargou em 13º pulou para o top-10 quando um acidente no meio do pelotão provocou mais uma interrupção.

Na segunda prorrogação, mais uma amarela na relargada fez com que a prova fosse mais uma vez postergada. Partindo de sétimo, Miguel foi bloqueado por Ross Chastain no fim e acabou perdendo algumas posições, terminando em 11º. O vencedor foi Kyle Busch e Matt Crafton o campeão.


Resultado da corrida
(Dez primeiros colocados)

1º) 51 Kyle Busch, (ToyotaCare Toyota), 148 voltas
2º) 29 Ryan Blaney, (Cooper Standard Ford), 148 
3º) 4 Jeb Burton, (Arrowhead Chevrolet), 148
4º) 62 Brendan Gaughan, (South Point Hotel & Casino Chevrolet), 148
5º) 34 Ron Hornaday Jr, (Smokey Mountain Herbal Snuff Chevrolet), 148 
6º) 7 John Wes Townley, (Zaxby`s Toyota), 148
7º) 77 German Quiroga, (NET10 Wireless Toyota), 148
8º) 19 Ross Chastain, (Melon 1 Ford), 148
9º) 17 Timothy Peters, (Parts Plus Toyota), 148
10º) 33 Cale Gale Ruud, (Chevrolet), 148
11º) 32 Miguel Paludo, (AccuDoc Solutions Chevrolet), 148


Classificação da temporada 2013
(Dez primeiros colocados)

1º) 88 Matt Crafton, 804 pontos
2º) 3 Ty Dillon, 764, (40)
3º) 31 James Buescher, 761, (43)
4º) 98 Johnny Sauter, 732, (72)
5º) 4 Jeb Burton, 731, (73)
6º) 29 Ryan Blaney, 726, (78)
7º) 62 Brendan Gaughan, 717, (87)
8º) 54 Darrell Wallace, Jr., 704, (100)
9º) 32 Miguel Paludo, 697, (107)
10º) 17 Timothy Peters, 683, (121 )

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja bem-vindo ao Blog SBR!