#AV | #Elétricos | #Goiás

Esporte a motor em Goiás, no Brasil e no Mundo

quarta-feira, 21 de maio de 2014

Farfus supera corrida difícil, chuva e punição para fechar etapa de Oschersleben em quinto

O piloto do Team RBM chegou a cair para 19º após ter sofrido uma punição ao longo da prova, mas fez belíssima recuperação no asfalto encharcado de Motorsport Arena para fechar o top-5 neste domingo

A segunda etapa da temporada 2014 do DTM, disputada neste domingo (18 de maio), em Oschersleben, foi uma das mais imprevisíveis e difíceis dos últimos tempos na categoria. A prova começou com pista seca, mas a chuva deu as caras em Motorsport Arena logo nas primeiras voltas e mudou completamente a dinâmica da disputa. Para Augusto Farfus, a corrida foi de muitas variáveis e, acima de tudo, de superação. Uma punição imposta pela direção de prova colocou praticamente tudo a perder, mas, numa reação impressionante, o brasileiro do BMW Team RBM acertou na estratégia ao permanecer na pista com pneus de chuva e cruzou a linha de chegada em quinto lugar.

Farfus ganhou uma posição no grid de largada — em razão de uma punição imposta ao então pole-position Miguel Molina — e abriu a disputa em oitavo. O curitibano largou com pneus duros, e por esta razão perdeu algumas posições no começo da corrida para pilotos que usavam compostos macios. Mas a chuva apareceu com força a partir da sexta volta e, desde então, tudo mudou em Oschersleben. Vários pilotos enfrentaram dificuldades e bateram, razão pela qual a direção de prova acionou o safety-car em três oportunidades. Em meio a toda a disputa, Farfus sofreu uma punição de 5s — por ter andado lado a lado com Mike Rockenfeller na saída do pit-lane — quando ocupava o 11º lugar, despencando para 19º, mas Augusto mostrou muito espírito de luta e, graças a uma boa estratégia, recuperou boas posições.

No fim da corrida, enquanto muitos pilotos optaram por efetuar mais um pit-stop e trocar os pneus de chuva para os compostos de pista seca, Farfus seguiu sem fazer sua parada. A decisão foi acertadíssima, já que o brasileiro avançou para o quinto lugar, posição na qual ficou até o desfecho da peleja em Oschersleben, sendo o melhor posicionado da BMW. A vitória, de maneira surpreendente, coube ao alemão Christian Vietoris, da Mercedes.

Com o resultado deste domingo, Augusto Farfus agora soma 14 pontos no campeonato e subiu para a sétima colocação. A próxima etapa do DTM será disputada em 15 dias, no circuito de Hungaroring, na Hungria.

Augusto Farfus:

"Foi uma corrida maluca, onde aconteceu de tudo. Nossa equipe fez uma estratégia excepcional e me entregou um carro ótimo na chuva, então dou os parabéns a todos pelo ótimo trabalho. Infelizmente sofri uma punição não muito justa que me custou o pódio, mas a gente tem de aceitar. Entretanto, terminar em quinto lugar considerando a posição onde largamos, a forma como foi a corrida e a punição sofrida, foi bom."

DTM, etapa 2, Oschersleben, final:

1.Christian Vietoris, Mercedes AMG, 44 voltas, 1h15m28s785
2.Mike Rockenfeller, Phoenix Audi, +0s674
3.Edoardo Mortara, Abt Audi, +7s769
4.Paul di Resta, Mercedes AMG, +8s906
5.Augusto Farfus, RBM BMW, +9s326
6.Miguel Molina, Abt Audi, +13s051
7.Timo Scheider, Phoenix Audi, +20s503
8.Gary Paffett, Mercedes AMG, +20s597
9.Martin Tomczyk, Schnitzer BMW, +23s079
10.Adrien Tambay, Abt Audi, +24s340
11.António Félix da Costa, MTEK BMW, +24s620
12.Bruno Spengler, Schnitzer BMW, +26s892
13.Mattias Ekström, Abt Audi, +27s201
14.Maxime Martin, RMG BMW, +31s032
15.Joey Hand, RBM BMW, +39s802
16.Nico Muller, Rosberg Audi, +44s324
17.Vitaly Petrov, Mercedes AMG, +55s493
18.Jamie Green, Rosberg Audi, +1 volta
19.Marco Wittmann, RMG BMW, +1 volta
Abandonaram:
Pascal Wehrlein, Mercedes AMG, 26 voltas
Daniel Juncadella, Mercedes AMG, 22 voltas
Timo Glock, MTEK BMW, 13 voltas
Robert Wickens, Mercedes AMG, 9 voltas

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja bem-vindo ao Blog SBR!