#AV | #Elétricos | #Goiás

Esporte a motor em Goiás, no Brasil e no Mundo

sexta-feira, 13 de junho de 2014

Faustino põe Suzuki à frente em resultado “globalizado” no Moto 1000 GP

Pilotos de quatro países compõem o grupo dos cinco mais rápidos no primeiro dia de treinos para o GP Michelin em Interlagos 

Foi do paranaense Diego Faustino a volta mais rápida dos treinos livres que abriram nesta sexta-feira (13), em São Paulo (SP), a preparação de pilotos e equipes para o GP Michelin, segunda etapa do Moto 1000 GP. O piloto do Team Suzuki-PRT cobriu o traçado de 4.309 metros do Autódromo José Carlos Pace, em Interlagos, em 1min39s758, perfazendo média horária de 155,5 km – foi o
único a completar uma volta abaixo da casa de 1min40s.

Os treinos livres para a corrida deste domingo (15) revelaram pilotos de quatro países nas cinco primeiras posições. O francês Matthieu Lussiana, líder do Campeonato Brasileiro de Motovelocidade, ficou em segundo lugar com a BMW da Petronas Alex Barros Racing, a 0s492 do tempo de Faustino. Miguel Praia, português que compete com a Honda da Center Moto Racing Team, foi o terceiro mais rápido do dia, apenas 0s012 atrás de Lussiana.

O segundo brasileiro mais rápido da sexta-feira também é paranaense. Wesley Gutierrez, com a Kawasaki da Motonil Motors-PDV Brasil, fechou o dia em quarto lugar, a 0s799 de Faustino. O norte-americano Danny Claxton Eslick completou o grupo dos cinco primeiros colocados em seu primeiro dia como piloto do Moto 1000 GP. Estreando na competição pilotando a Kawasaki da JC Racing Team, ele ficou a 0s821 do melhor tempo do dia.

“Dá para melhorar”, avaliou Faustino. “Estou com alguma dificuldade de suspensão nas curvas à direita, é o caso de um ajuste a mais, mas a moto está ótima”, elogiou. Lussiana vive um momento de adaptação. “Eu corri na Italia há três semanas com outro tipo de pneus, preciso me readaptar aos Michelin, dos quais gosto muito. Um pequeno ajuste de suspensão também ajuda, mas o principal é me readaptar a pilotar essa moto”, avaliou. 

Praia ficou satisfeito com o terceiro lugar. “É minha primeira vez na pista com essa moto, que precisa de ajustes”, explicou. Gutierrez, vice-líder, também manifestou necessidade de uma readaptação. “Ao contrário de vários pilotos, eu não encostava na moto desde a primeira etapa, preciso pegar ritmo”, falou. Eslick, quinto, espera evoluir. “Foi legal, primeiro contato com a pista, com a moto, com a equipe. Dá para ir mais rápido amanhã”, espera.

A programação deste sábado (14) prevê mais duas sessões de treinos livres com duração de 25 minutos, cada, marcadas para as 10h10 e as 13h20. A tomada de tempos classificatória terá todos os pilotos na pista a partir das 15h20. Os oito mais rápidos participarão a partir das 16h45 do Q2, definindo as primeiras posições do grid. As tomadas de tempo terão transmissão ao vivo do site moto1000gp.com.br, no campo “Live Streaming”.

Consideradas todas as voltas cronometradas nas duas sessões livres de treinos em Interlagos, os melhores tempos de volta de cada piloto da categoria GP 1000 foram os seguintes:

1º) Diego Faustino (PR/Suzuki), Team Suzuki-PRT, 1min39s758
2º) Matthieu Lussiana (FRA/BMW), Petronas Alex Barros Racing, 1min40s250
3º) Miguel Praia (POR/Honda), Center Moto Racing Team, 1min40s262
4º) Wesley Gutierrez (PR/Kawasaki), Motonil Motors-PDV Brasil, 1min40s557
5º) Danny Eslick (EUA/JC Racing Team), 1min40s579
6º) Alan Douglas (SP/Suzuki), Team Suzuki PRT, 1min40s727
7º) Philippe Thiriet (MG/Ducati), Scuderia SBK Ducati Cidade Jardim, 1min40s785
8º) Danilo Lewis (SP/Kawasaki), Motonil Motors-PDV Brasil-RC3, 1min40s863
9º) Diego Pretel (SP/Ducati), Squadra Ducati Ribeirão, 1min40s942
10º) Luciano Ribodino (ARG/BMW), BMW Motorrad Alex Barros Racing, 1min41s018
11º) Danilo Andric (SP/BMW), M2B Racing, 1min41s077
12º) Nick Iatauro (SP/Suzuki), Team Suzuki PRT, 1min42s073
13º) Alecsandre De Grandi (SP/Honda), Team De Grandi, 1min42s676
14º) Lucas Barros (SP/BMW), Petronas Alex Barros Racing, 1min42s889
15º) Renato Andreghetto (SP/Suzuki), Team Suzuki PRT, 1min43s276
16º) Nico Ferreira (PR/Kawasaki), HPN Racing, 1min43s568
17º) Sergio Fasci (ARG/Yamaha), MGBikes Yamaha Racing, 1min44s328
18º) Luís Fittipaldi (DF/Kawasaki), JC Racing Team, 1min45s528
19º) Marcos Salles (PR/Honda), Competizione Racing Team, 1min47s695
20º) Daniel Lenzi (PR/BMW), Grinjets, 1min48s007
21º) Nasser Al Malki (QAT/Kawasaki), MR Lekhwiya Racing Team, 1min49s906
Média do 1º: 155,500 km/h

As motocicletas do Campeonato Brasileiro de Motovelocidade utilizam a gasolina Petrobras Podium e o óleo lubrificante Lubrax Tecno Moto. Petrobras e Lubrax patrocinam a competição ao lado da BMW Motorrad e da Michelin, fornecedora de pneus a todas as equipes inscritas. A Auto Service Logística é a transportadora oficial do evento, que conta também com o apoio de Suzuki, Beta Ferramentas, Servitec, LeoVince, Shoei, Tutto Moto, HPN e Peterlongo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja bem-vindo ao Blog SBR!