#AV | #Elétricos | #Goiás

Esporte a motor em Goiás, no Brasil e no Mundo

sábado, 19 de julho de 2014

Mundial de Kart: Entenda como será a disputa em São Paulo

Kartódromo de Nova Odessa, no interior do estado, recebe o mundial de karts com motores quatro tempos a partir deste domingo. Cinco títulos estão em jogo

O Kartódromo de Nova Odessa, no interior de São Paulo, já respira o clima de Campeonato Mundial. Entre os dias 20 e 27 de julho, a pista que fica às margens da Rodovia Anhanguera - a cerca de 100 km da capital paulista - receberá o Kart World Championship, evento mundial dos karts
equipados com motores quatro tempos.

A competição vai reunir pilotos classificados ao longo da temporada em países como Espanha, Dinamarca, Inglaterra, Bélgica, Itália, Holanda, Polônia, Portugal e, claro, no Brasil.

Durante os oito dias de evento, cinco títulos estarão em jogo: o Mundial de pilotos (na disputa geral), o título feminino, o campeão júnior, o campeão sênior e o título de nações, que abre a competição com uma corrida de seis horas neste domingo (20/7).

A definição do piloto campeão mundial de karts quatro tempos acontece ao longo de nove corridas entre os dias 23 e 27 de julho. Primeiro os pilotos são sorteados em grupos que fazem sete provas eliminatórias. Destas, seis têm 30 minutos de duração (com um pit stop obrigatório) e a última tem 60 minutos de duração (com dois pit stops obrigatórios). Em cada prova os pilotos somam pontos e essa somatória define os 60 melhores que passam à Semi-Final.

Nesta fase eles são divididos, então, em dois grupos de 30 participantes, para uma nova disputa de 45 minutos de duração, também valendo pontos. Após essa corrida, os 30 melhores classificados na soma de pontos têm o direito de disputar a grande Final do torneio.

A prova mais esperada da semana começa com uma série de duelos envolvendo dois pilotos. A formação do grid de largada é diferente das oito provas anteriores - nas quais os pilotos tem cinco minutos de pista livre para registrar seus melhores tempos. Na final, os dois primeiros colocados na tabela de pontos passam imediatamente à segunda fase do "shootout". Os outros 28 (do 3º ao 30º colocado) fazem uma disputa da seguinte forma: dois a dois, eles entram na pista e registram uma volta rápida. Na sequência, vão aos boxes e trocam os karts entre si para estabelecer outra volta rápida (agora com o kart utilizado pelo adversário). A soma dos tempos dessas duas voltas determina o vencedor de cada duelo.

Os vencedores desses duelos avançam em até outras cinco provas de mesmo formato, até chegar ao pole position da grande final. Dessa forma, todos os vencedores das chaves ocupam as 16 primeiras posições do grid. Os que perderam ainda na primeira fase ficam entre a 17ª e a 30ª posições na largada - que é feita ao estilo Le Mans.

A última corrida do Kart World Championship tem 60 minutos de duração, com uma parada obrigatória nos boxes. O campeão é o piloto que chegar ao final dela com maior número de pontos (considerando o descarte de um pior resultado na fase classificatória).

"O evento todo é desenhado de forma a dar chances para todos os pilotos. Como os karts são sorteados a cada sessão, há sempre a possibilidade de o piloto pegar um equipamento melhor ou pior em algum momento. Mas, de um modo geral, todos tem chances de chegar à Final e, mesmo largando no fim do grid, ninguém deixa de ser favorito", avalia o piloto brasileiro Luir Miranda, que já disputou quatro edições do Kart World Championship e detém o recorde de mais jovem vencedor de uma bateria no torneio - em 2007 nos Estados Unidos, quando tinha apenas 13 anos de idade.

Nations Cup - O primeiro título em jogo no Kart World Championship, é o mundial de nações, que abre o evento neste domingo (20/7). Nesta competição, são formados times com quatro pilotos cada, representando nações (ou estados e cidades, em caso de mais de um time para cada país). A disputa, neste caso, é feita em uma corrida de seis horas de duração. Ao longo desta prova, os times devem fazer cinco trocas obrigatórias de kart (por sorteio) e cada integrante deve pilotar por, no mínimo, uma hora.

A edição 2014 do Kart World Championship - que começou a ser disputado em 2005 -, vai reunir algumas das principais estrelas desta categoria no mundo e terá presença maciça de brasileiros. Esta será a segunda vez que o KWC é disputado no país. A primeira delas foi em 2009, no município de Macaé, no Rio de Janeiro.


Inova Comunicação - Rafael Durante (Mtb 48.044) - E-mail: rafaeld@terra.com.br
Contatos: (11) 7320 8666 / 93*19045          

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja bem-vindo ao Blog SBR!