#Brasil

Esporte a motor em Goiás, no Brasil e no Mundo

terça-feira, 16 de setembro de 2014

GP Goiânia abre reta decisiva do Campeonato Brasileiro de Motovelocidade

Movimentação da quinta etapa do Moto 1000 GP começa nesta quarta-feira com treinos extraoficiais para toda as categorias 


Com três vitórias, Maximiliano Gerardo
é líder isolado da GP 600 no Moto 1000 GP
O Moto 1000 GP conhecerá na programação da quinta etapa, de sexta-feira (19) a domingo (21), a oitava pista de corridas de suas quatro temporadas de história. A disputa acontecerá no Autódromo Internacional Ayrton Senna, em Goiânia (GO), onde além da categoria principal do Campeonato Brasileiro de
Motovelocidade, a GP 1000, serão realizadas provas da GP 600, da GP Light e da série de formação de pilotos GPR 250.

Dos 30 pilotos que devem formar o grid da GP Light, cinco têm chance de finalizar o GP Goiânia na liderança do campeonato, atualmente em poder do brasiliense Henrique Castro. Com três pódios na temporada, incluindo a vitória na segunda etapa, em Brasília (DF), ele soma 63 pontos. Está sete à frente do argentino Nicolas Tortone, que ganhou a corrida passada, em Cascavel (PR), e assumiu a vice-liderança da competição.

A etapa cascavelense foi de ascensão no campeonato também para o paulista Rodrigo Benedictis, que terminou em segundo e passou a ser terceiro na pontuação, com 55, um à frente do brasiliense Ian Testa, vencedor da etapa de Interlagos e quarto no campeonato. Fábio Adas ganhou a primeira corrida, em Santa Cruz do Sul (RS), e é o quinto com 46. Em sexto aparece o gaúcho Rafael Bertagnolli, com 40, conquistados com dois segundos lugares.

Pela GP 600, que em Cascavel marcou a primeira vitória do paranaense Joelsu da Silva, são três os pilotos que podem sair de Goiânia em primeiro na classificação do Moto 1000 GP. Silva assumiu a vice-liderança da competição com 61 pontos, 20 a menos que o uruguaio Maximiliano Gerardo, vencedor das três primeiras etapas. O gaúcho Pedro Sampaio é o terceiro no campeonato, com 60 pontos, e também vislumbra a liderança.

O líder da GPR 250 é Meikon Kawakami, único a ter conquistado vitórias em duas etapas na temporada. Com 86 pontos, ele tem 26 de vantagem sobre o conterrâneo Lucas Torres, segundo colocado, e a manutenção da liderança praticamente assegurada – o máximo possível a cada piloto em uma etapa são 27 pontos. O gaúcho Giovandro Tonini, com 53, o cearense José Duarte, com 49, e o goiano Brian David, com 45, visam nesta etapa a vice-liderança.

A movimentação preparatória ao GP Goiânia terá início já nesta quarta-feira (17), com a realização de treinos extraoficiais para todas as categorias do Moto 1000 GP. A programação oficial da etapa será aberta na sexta, com duas sessões livres de treinos para cada categoria. O sábado (20) também será de treinos livres, antes da tomada de tempos definindo as posições de largada. As corridas de domingo serão disputadas a partir das 10h.

BRASILEIRO DE MOTOVELOCIDADE – GP LIGHT
(Classificação do Moto 1000 GP após 4 de 8 corridas)
1º) Henrique Castro (DF/Kawasaki), City BSB Motor Racing, 63
2º) Nicolas Tortone (ARG/Yamaha), MGBikes Yamaha Racing, 56
3º) Rodrigo de Benedictis (SP/Kawasaki), Motonil Motors-PDV Brasil, 55
4º) Ian Testa (DF/Kawasaki), Motonil Motors-PDV Brasil, 54
5º) Fábio Adas (SP/Kawasaki), Paulinho Superbikes, 46
6º) Rafael Bertagnolli (RS/Kawasaki), Fábio Loko, 40
7º) Juracy “Black” Rodrigues (PR/Kawasaki), Black Day Racing Team, 34
8º) Marcelo Cortes (RJ/Honda), Center Moto Racing Team, 28
9º) Marcelo Souza (SP/Kawasaki), JC Racing Team, 24
10º) Lucas Teodoro (SP/BMW), BMW Motorrad Alex Barros Racing, 22
11º) Fernando Neiva (PR/BMW), Black Day Racing Team, 20
12º) Ricardo Levy (SP/Ducati), Squadra Ducati Ribeirão, 17
12º) Marcelo Skaf (SP/Kawasaki), Motonil Motors-PDV Brasil, 17
14º) Davi Costa (SP/Kawasaki), JC Racing Team, 13
15º) Maurício Paludete (SP/Suzuki), Sport Plus Racing, 10
17º) Alen Modesto (BA/Kawasaki), Aclat Racing, 9
18º) Carlos Barcelos (RS/Suzuki), Carlos Barcelos, 7
19º) Diogo Ramos (SC/Kawasaki), Carlos Barcelos, 6
19º) Paulinho Kamba (PE/Kawasaki), HPN Racing Team, 6
19º) Nathiel Monteiro (BA/Kawasaki), Aclat Racing, 6
22º) Fernando Cabral (CE/Kawasaki), Razza Racing Team, 5
22º) Pedro Barata (RJ/Honda), Center Moto Racing Team, 5
22º) Alessandro Silva (GO/Kawasaki), City Service BSB Motor Racing, 5
25º) Edson Luiz (SC/Kawasaki), HPN Racing Team, 4
26º) Fernando Santos (BA/Kawasaki), Aclat Racing, 2
26º) Sandro Campos (MS/Honda), Dawnriders Racing Team, 2
28º) Samuel Silva (DF/Kawasaki), Wesley Testa, 1
28º) Sérgio Prates (SP/Kawasaki), JC Racing Team, 1

BRASILEIRO DE MOTOVELOCIDADE – GP 600
(Classificação do Moto 1000 GP após 4 de 8 corridas)
1º) Maximiliano Gerardo (URU/Yamaha), MGBikes Yamaha Racing, 81
2º) Joelsu da Silva (PR/Kawasaki), Paulinho Superbikes, 61
3º) Pedro Sampaio (SP/Kawasaki), Fábio Loko, 60
4º) André Veríssimo (SP/Yamaha), MGBikes Yamaha Racing, 47
5º) Sérgio Laurentys (SP/Kawasaki), Sany-Carsystem-M2B Racing, 29
6º) Alex Pires (RJ/Honda), Center Moto Racing Team, 28
6º) Matheus Oliveira (SP/Kawasaki), Sany-Carsystem-M2B Racing, 28
6º) Marciano Santin (RS/Kawasaki), Santin Racing, 28
9º) Lucas Bittencourt (PR/Kawasaki), Mobil Ituran Racing Team, 20
9º) Douglas Figueiredo (SP/Kawasaki), HPN Racing Team, 20
9º) Eduardo Costa (SP/Kawasaki), Rush Racing Team, 20
12º) Marcelo Dias (BA/Honda), Aclat Racing, 19
13º) Antônio Télvio (RJ/Kawasaki), Team De Grandi, 18
14º) Sebastian Martínez (ARG/Yamaha), MGBikes Yamaha Racing, 17
15º) Walteny Amaral (RJ/Kawasaki), Team De Grandi, 13
16º) Paulinho Kamba (PE/Honda), HPN Racing Team, 11
17º) Thiago Fonseca (PE/Kawasaki), HPN Racing Team, 10
18º) Ígor Ernica (PR/Kawasaki), Paulinho Superbikes, 7
19º) Tércio Dalmass (SC/Kawasaki), Formáquinas Racing, 6
19º) Ricardo Fox (SP/Kawasaki), Motor & Cia Racing Team, 6
19º) Júlio Fortunato (SP/Kawasaki), Sport Plus Racing, 3
22º) Marcos Fortunato (SP/Kawasaki), Sport Plus Racing, 2

BRASILEIRO DE MOTOVELOCIDADE – GPR 250
(Classificação do Moto 1000 GP após 4 de 8 corridas)
1º) Meikon Kawakami (SP/Honda), Playstaton-PRT, 86
2º) Lucas Torres (SP/Honda), Estrella Galicia 0,0 by Alex Barros, 60
3º) Giovandro Tonini (RS/Honda), Santin Racing, 53
4º) José Duarte (CE/Honda), Estrella Galicia 0,0 by Alex Barros, 49
5º) Brian David (GO/Honda), Estrella Galicia 0,0 by Alex Barros, 45
6º) Ton Kawakami (SP/Honda), Playstation-PRT, 33
7º) Nic Nottingham (SP/Kawasaki), Team De Grandi, 29
8º) Suel Dirluiz (SP/Kawasaki), Paulinho Superbikes, 27
9º) Márcio Miranda (PR/Honda), Tintorial Racing, 18
9º) Herbert Pereira (PR/Kawasaki), Aclat Racing, 18
11º) Djonatas Rosa (RS/Honda), Carlos Barcelos, 16
11º) Gabriel Mattes (RS/Honda), Bibica Racing Team, 16
13º) Fernando Santos (SP/Kawasaki), Artech, 13
14º) Rafinha Traldi (SP/Honda), Playstation-PRT, 12
15º) Maycon Benassi (PR/Kawasaki), Competizione Racing Team, 10
16º) Júlio Castroviejo (SP/Kawasaki), Sarachú Racing Team, 9
17º) Léo Muniz (SP/Kawasaki), Procomps Racing Team, 8
17º) Gabriel Silva (URU/Kawasaki), Mobil Ituran Racing Team, 8
17º) Dilson Fernandes (RS/Kawasaki), Carlos Barcelos, 8
15º) Wanderson Bandeira (SP/Kawasaki), Rodas Mil Competição, 4
16º) Willian Ribeiro (SP/Kawasaki), WR Escapamentos, 3
17º) Gustavo Henriques (SP/Kawasaki), Bat’s, 2

As motocicletas do Campeonato Brasileiro de Motovelocidade utilizam a gasolina Petrobras Podium e o óleo lubrificante Lubrax Tecno Moto. Petrobras e Lubrax patrocinam a competição ao lado da BMW Motorrad e da Michelin, fornecedora de pneus a todas as equipes inscritas. A Auto Service Logística é a transportadora oficial do evento, que conta também com o apoio de Suzuki, Beta Ferramentas, Servitec, LeoVince, Shoei e Tutto Moto.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja bem-vindo ao Blog SBR!