#Brasil

Esporte a motor em Goiás, no Brasil e no Mundo

domingo, 23 de novembro de 2014

Nervos de aço, 16 posições e a liderança do campeonato: foi o sábado de Di Grassi na Malásia

Mesmo com uma batida durante o treino de definição do grid e apenas o 18º lugar para a largada, primeiro vencedor da história da Fórmula E cruzou a linha de chegada na segunda posição e manteve a ponta na tabela
 
E o próximo encontro da Fórmula E será em 13/12 em Punta del Este, no Uruguai
O calor e a umidade elevados são características típicas da Malásia, país que recebeu, na cidade de Putrajaya, a segunda etapa da Fórmula E, primeiro campeonato de carros elétricos chancelado pela FIA. E o objetivo do brasileiro Lucas di Grassi, primeiro vencedor da história da categoria, era manter a liderança do campeonato.

O piloto da Audi Sport ABT viu que a missão seria das mais complicadas após um toque no muro do circuito de 2,5 quilômetros montado nas ruas de Putrajaya, durante o treino classificatório. Com três horas entre a sessão que define o grid e a largada, a missão da equipe era difícil, mas tinha que ser cumprida com rapidez e eficiência.

Assim, Di Grassi foi relegado ao 18º lugar entre os 20 inscritos, com pole position do espanhol Oriol Servià em uma corrida muito mais movimentada do que a que foi vista na abertura da temporada na capital chinesa. Alguns acidentes, uma entrada do safety car, um ritmo seguro, rápido e eficiente, Lucas foi subindo de posições mesmo após o pit stop para troca de carro.

"Lucas mostrou ter nervos de aço", destacou o chefe da equipe Audi Sport ABT, Hans-Jürgen Abt. "Fazer o que ele fez apenas três horas depois de ter escorregado no treino de classificação mostra sua verdadeira força", elogiou.

Ao final das 31 voltas de prova, o brasileiro cruzou a linha de chegada em segundo lugar, apenas 4s175 depois do vencedor da prova, o britânico Sam Bird, da Virgin. A dupla é a que teve o melhor aproveitamento na soma de pontos nas duas primeiras corridas da temporada: Bird foi terceiro em Pequim e venceu em Putrajaya, somando agora 40 pontos, ao passo que Di Grassi venceu na China e foi segundo na Malásia e conta agora 43. Os dois pilotos abriram grande distância para o restante do grid na tabela: o terceiro colocado é Franck Montagny, com 18 pontos, empatado com Karun Chandhok, Jerôme D’Ambrosio e Nicolas Prost.

"O fim de semana foi além das minhas expectativas. Todos estão aqui para vencer, todos forçam até o limite e o traçado provou que estes carros são manhosos de pilotar. A menor margem pode arruinar seu fim de semana e foi o que me aconteceu no treino classificatório; então, ir do final do grid para o segundo lugar na corrida, em uma pista de rua, traz um sentimento incrível. Sinto que fiz uma corrida muito melhor aqui do que em Pequim, onde venci", falou o piloto da Audi.

Além da comparação no próprio desempenho, Lucas também destacou que o segundo e-Prix da Fórmula E foi melhor, em termos gerais, do que a estreia da categoria.

"Parabéns aos vencedores e também para os organizadores. Foi um evento perfeito. Naturalmente, eu nem sonhava com um resultado como o de hoje depois do treino classificatório que tive. Antes da corrida, no entanto, conversamos na equipe e dissemos que nunca desistiríamos - essa força de vontade valeu a pena e é uma de nossas forças. Trabalhar junto, como equipe, é extremamente divertido. Agora temos mais duas corridas dentro das próximas sete semanas, então a Fórmula E está agora embalando - e mal posso esperar".

O terceiro e-Prix da temporada acontece em Punta del Este, no Uruguai, no dia 13 de dezembro. Antes disso, porém, Lucas di Grassi retorna ao Brasil para a disputa das 6 Horas de São Paulo no circuito de Interlagos, etapa final do Campeonato Mundial de Endurance, onde também compete pela Audi.

Confira o resultado do e-Prix de Putrajaya (top-10):
1-) Sam Bird (GBR/Virgin) - 31 voltas;
2-) Lucas di Grassi (BRA/Audi ABT) - a 4s175
3-) Sébastien Buemi (SUI/e.Dams) - a 5s739
4-) Nicolas Prost (FRA/e.Dams) - a 9s552
5-) Jerôme D’Ambrosio (BEL/Dragon) - a 13s722
6-) Karum Chandhok (IND/Mahindra) - a 17s158
7-) Oriol Servià (ESP/Dragon) - a 18s621
8-) Antonio Felix da Costa (POR/Aguri) - a 19s926
9-) Jaime Alguersuari (ESP/Virgin) - a 20s053
10-) Daniel Abt (ALE/Audi ABT) - a 45s663

Classificação da Fórmula E após duas etapas (top-6):
1-) Lucas di Grassi, 43 pontos;
2-) Sam Bird, 40
3-) Franck Montagny, 18
4-) Karun Chandhok, 18
5-) Jerôme D’Ambrosio, 18
6-) Nicolas Prost, 18

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja bem-vindo ao Blog SBR!