#Brasil

Esporte a motor em Goiás, no Brasil e no Mundo

segunda-feira, 31 de agosto de 2015

DTM: Augusto Farfus completa corrida 2 em 11º na Rússia

Brasileiro apresentou melhor desempenho, mas não conseguiu chegar nos pontos. Palco de vitória de Farfus em 2013, Oschersleben é o próximo desafio do piloto na temporada

Augusto Farfus teve melhor desempenho neste domingo, e terminou em 11º
Augusto Farfus teve melhor desempenho neste domingo, e terminou em 11º
Após um sábado difícil na etapa da Rússia do DTM, a sexta da temporada, Augusto Farfus teve um início de domingo muito melhor. O único representante brasileiro garantiu o 9º lugar no grid de largada para a corrida mais longa do fim de semana, e esperava somar alguns pontos para entrar no
top-10 do campeonato. Porém, um problema durante o pit-stop fez com que o curitibano terminasse em 11º, logo à beira da zona de pontuação.

Ao contrário da corrida do sábado, a prova deste domingo não teve intervenções do safety-car, mas a largada foi bem conturbada, com diversos toques ao longo do pelotão. Saindo da quinta fila, Farfus perdeu uma posição, mas se manteve entre os 10 melhores de um total de 24 pilotos até o início da janela dos pit-stops. Após a parada obrigatória, o piloto da BMW retornou à pista na 11ª posição, onde completou as 41 voltas totais. Agora, Augusto ocupa a 13º lugar na classificação geral, faltando seis corridas para o fim do campeonato.


Apesar do resultado adverso, Farfus segue determinado a dar a volta por cima em Oschersleben, que recebe a sétima rodada dupla do DTM entre os dias 11 e 13 de setembro, no retorno da categoria aos circuitos alemães, após três etapas em outros países europeus. Nessa pista, o curitibano venceu em 2013 e pontuou em todas as vezes que lá correu.


Augusto Farfus:

"Tivemos novamente uma corrida difícil neste domingo, e não conseguimos chegar nos pontos. Nosso carro estava bem melhor do que ontem, o que foi positivo, mas ainda ficou faltando um pouquinho. Precisamos entender o nosso desempenho e melhorar o nosso carro para as próximas etapas. Poderíamos ter confirmado o 9º lugar da classificação e somado alguns pontos, mas o pit-stop acabou sendo determinante. Agora, vamos trabalhar bastante para chegar em outro patamar em Oschersleben. Sempre andei bem e conquistei pontos lá, então nossa esperança é de termos um fim de semana completamente diferente".


Resultado da corrida 2 em Moscou - 6ª etapa DTM:

1 - Mike Rockenfeller (Audi RS5) - Phoenix - 41 voltas 1.02'14"818
2 - Bruno Spengler (BMW M4) - MTEK - 4"132
3 - Mattias Ekstrom (Audi RS5) - Abt - 9"204
4 - Maxime Martin (BMW M4) - RMG - 11"789
5 - Jamie Green (Audi RS5) - Rosberg - 12"585
6 - Gary Paffett (Mercedes C63) - ART - 14"393
7 - Marco Wittmann (BMW M4) - RMG - 16"593
8 - Edoardo Mortara (Audi RS5) - Abt - 18"050
9 - Nico Muller (Audi RS5) - Rosberg - 18"548
10 - Pascal Wehrlein (Mercedes C63) - HWA - 18"810
11 - Augusto Farfus (BMW M4) - RBM - 24"207
12 - Tom Blomqvist (BMW M4) - RBM - 24"939
13 - Daniel Juncadella (Mercedes C63) - Mucke - 25"237
14 - Miguel Molina (Audi RS5) - Abt - 25"686
15 - Paul Di Resta (Mercedes C63) - HWA - 27"253
16 - Adrien Tambay (Audi RS5) - Abt - 32"423
17 - Timo Glock (BMW M4) - MTEK - 33"412
18 - Maximilian Gotz (Mercedes C63) - Mucke - 36"718
19 - Lucas Auer (Mercedes C63) - ART - 36"497
20 - Christian Vietoris (Mercedes C63) - HWA - 43"030
21 - Antonio Giovinazzi (Audi RS5) - Phoenix - 53"048
22 - Robert Wickens (Mercedes C63) - HWA - 55"033
23 - Antonio Felix Da Costa (BMW M4) - Schnitzer - 1'15"152
Não completou:
Martin Tomczyk

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja bem-vindo ao Blog SBR!