#Brasil

Esporte a motor em Goiás, no Brasil e no Mundo

quinta-feira, 14 de janeiro de 2016

Lucas di Grassi: "Ibirapuera seria ideal para a Fórmula E no Brasil"

                                                              

Parque mais famoso de São Paulo seria o melhor ponto, de acordo com o vice-líder do campeonato, que até desenhou um traçado de 2.105 metros no local
 

Foi do Brasil o primeiro piloto a vencer a primeira corrida da história da Fórmula E, ainda na China, em 2014. A categoria dos carros elétricos tem forte presença brasileira com pilotos e também com outros profissionais. Por isso, na opinião de Lucas di Grassi, nada mais natural que o país receber uma prova da categoria.
Paulistano, Di Grassi fez um breve ensaio de como e onde seria o palco ideal para a primeira corrida da Fórmula E no Brasil. "Acho que São Paulo, por ser a maior cidade do país, no Parque do Ibirapuera, que é o coração verde da cidade, onde as pessoas praticam atividades físicas e há um belíssimo cenário", disse. "Além disso, há a total possibilidade prática de se fazer uma pista para a Fórmula E correr lá", continuou.


O traçado desenhado por Lucas tem 2.105 metros de extensão, dez curvas e sentido anti-horário. Tem a reta de largada na Avenida Pedro Álvares Cabral, em frente à Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (sentido Avenida Brasil); em seguida, o traçado segue o contorno do Movimento à Bandeira, no encontro com a Avenida República do Líbano, e segue até entrar no parque pelo Portão 9. Dali, segue o contorno do lago (paralelo com a Avenida República do Líbano) numa longa e veloz curva à esquerda, fechando com um ‘cotovelo’ também à esquerda, levando pela pista de caminhada e fazendo todo o contorno pelo lago até a saída, novamente, para a Avenida Pedro Álvares Cabral. Os boxes ficariam na mesma avenida, no sentido Centro.

A Fórmula E fez recentemente uma etapa em Punta del Este, no Uruguai, onde Lucas foi o segundo colocado. E corre em Buenos Aires no próximo dia 6. É o mais perto que a categoria chega do Brasil. Um quadro que, de acordo com o piloto da ABT Schaeffler Audi Sport, tem tudo para mudar.

"O Brasil deu alguns bons passos em relação aos carros elétricos ao zerar os impostos de importação. É um bom início. Além disso, veículos movidos a eletricidade estão isentos do rodízio municipal de São Paulo e têm 50% de desconto no IPVA", enumerou.

"Uma corrida da Fórmula E acontecendo no Brasil é mais um estímulo para a importação e a produção destes veículos e seu uso nas cidades. É a única maneira que vejo de os grandes centros combaterem com mais eficiência os altos índices de poluição que ainda são gerados pelos veículos a combustão", afirmou.




Vote em Lucas di Grassi no FANBOOST da Fórmula E:FanBoost Formula E

Curta Lucas di Grassi no Facebook: Lucas di Grassi Official

Siga Lucas di Grassi no Twitter: @lucasdigrassi

E também no Instagram: @lucasdigrassi

Conheça a categoria em: www.fiaformulae.com 


MAIS INFORMAÇÕES À IMPRENSA
P1 Media Relations
CLEBER BERNUCI, jornalista responsável
+55 (19) 992 222 517
cleber@lucasdigrassi.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja bem-vindo ao Blog SBR!