#Brasil

Esporte a motor em Goiás, no Brasil e no Mundo

quinta-feira, 14 de janeiro de 2016

Toyota Racing Series: Brasileiros continuam evoluindo na Nova Zelândia

Pedro Piquet foi o sétimo (1:17.251), Rodrigo Baptista ficou em 12º (1:18.021) e Bruno Baptista em 15º (1:18.549)
 

Rodrigo Baptista está cada vez mais rápido (Foto: TRS/Divulgação)
Rodrigo Baptista está cada vez mais rápido (Foto: TRS/Divulgação)
 
Com grande equilíbrio entre os principais competidores, prosseguiu nesta quinta-feira (14/1) os treinos de preparação para o Toyota Racing Series, campeonato que terá início neste sábado (16/1) no Ruapuna Park, em Christchurch, na Nova Zelândia. O torneio internacional de verão reúne 19 pilotos de 13 países (Brasil, Rússia, Alemanha, Áustria, Polônia, EUA, Canadá, Argentina, China, Índia, Nova Zelândia, Inglaterra, França), com 15 corridas nos próximos cinco finais de semanas, em cinco cidades diferentes.

"Hoje melhorei bastante. Consegui me adaptar melhor com o carro e o tipo de pneus. Fizemos alguns ajustes nas suspensões, e ainda dá pra melhorar, a cada dia estamos progredindo", contou Rodrigo Baptista (HTPro Nutrition), que nesta quinta-feira ficou na 12ª posição (1:18.021). O mais rápido foi o russo Artem Markelov (1:16.726), piloto da GP2 e considerado um dos principais favoritos. Entre os outros brasileiros, o melhor foi Pedro Piquet, sétimo (1:20.498) colocado, enquanto que Bruno Baptista ficou com a 15ª marca (1:18.549).

A Toyota Racing Series utiliza monopostos com chassi do Fórmula 3 italiano Tatuus, com motor Toyota de 1.800 cc, produzindo 215 hp de potência, câmbio sequencial de seis marchas e pneus Michelin. "Eu fui pegando a mão do carro. O que muda bastante é que os pneus são muito diferentes dos que usei na Fórmula 3 Brasil, que são macios e grudam demais. Aqui é utilizado um composto mais duro, o que muda o acerto do carro e a tocada do piloto", explica Rodrigo Baptista, que estreou no automobilismo em 2015, correndo e vencendo na Fórmula 3 Brasil e no Brasileiro de Marcas e Pilotos.

Os motores e sistemas de gerenciamento de computador são selados, e os 19 pilotos estão divididos em apenas quatro equipes, o que provoca um equilíbrio e competitividade muito grandes. Rodrigo Baptista foi um dos pilotos que evoluiu mais do primeiro para o segundo dia de treinos de adaptação. Na quarta-feira ele terminou três segundo atrás do piloto mais rápido, o austríaco Ferdinand Habsburg, e nesta quinta-feira já diminuiu para 1s295 em relação ao experiente russo Markelov.

"A meta é diminuirmos mais esta diferença. A categoria está muito forte, com meio segundo até o oitavo colocado. Temos que buscar evoluir para estar próximo disto para o sábado", avisa o representante da HTPo Nutrition. Na sexta-feira (15/1) serão realizados mais dois treinos livres, com 30 minutos de duração. No sábado acontece a qualificação e uma prova, e duas outras corridas no domingo, completando a primeira rodada tripla do certame.

Rodrigo Baptista está muito contente com a experiência que está tendo neste torneio de verão na Oceania. "Estou achando bom porque é tudo bem diferente do que já andei e a ideia é que me adapte o mais rápido possível, pois é o que eu vou ter que me acostumar pro resto da carreira, a rápida adaptação a equipamento, circuito e situações", completou o brasileiro que está correndo pela ETEC Motorsport, ao lado do neozelandês Taylor Cockerton, do francês Timothe Buret e do norte-americano Theo Bean.

Confira os melhores tempos do dia 14/1:
1) Artem Markelov (Rússia), 1:16.726;
2) James Munro (Nova Zelândia), 1:16.835;
3)Ferdinand Habsburg (Áustria), 1:16.859;
4) Guanyu Zhou (China), 1:16.892;
5) Lando Norris (Inglaterra), 1:17.029;
6) William Owen (EUA), 1:17.209;
7) Pedro Piquet (Brasil), 1:17.251;
8) Jehan Daruvala (índia), 1:17.279;
9) Taylor Cockerton (Nova Zelândia), 1:17.380;
10) Antoni Ptak (Polônia) , 1:17.623;
11) Devlin DeFrancesco (Canadá), 1:17.937;
12) Rodrigo Baptista (Brasil), 1:18.021;
13) Brendon Leitch (Nova Zelândia), 1:18.116;
14) Timothe Buret (França), 1:18.403;
15) Bruno Baptista (Brasil), 1:18.549;
16) Theo Bean (EUA), 1:18.572;
17) Julian Hanses (Alemanha), 1:18.998;
18) Nicolas Dapero (Argentina), 1:19.236;
19) Kami Laliberté (Canadá), 1:19.675.

Veja o calendário da Toyota Racing Series 2016:
16 e 17/1 - Ruapuna Park (Christchurch)
23 e 24/1 - Teretonga Park Raceway (Invercargill)
29 a 31/1 - Hampton Downs (North Waikato)
06 e 07/2 - Taupo Motorsport Park (Taupo)
12 a 14/2 - Manfeild Autocourse (Feilding)

Acompanhe a Toyota Racing Series pelo website: http://www.toyota.co.nz/racing/toyota-racing-series

Acompanhe os tempos pelo website : http://www.race-monitor.com

Curta www.facebook.com/RodrigoBaptistaOficial
Assista os vídeos no canal de Rodrigo Baptista: https://www.youtube.com/channel/UC2bprq63gyq272543_bkxuw

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja bem-vindo ao Blog SBR!