#Brasil

Esporte a motor em Goiás, no Brasil e no Mundo

segunda-feira, 23 de outubro de 2017

Alex Barros conquista o 2º lugar nas duas corridas em Goiânia e segue vivo na briga pelo título

Experiente piloto fez ótimas disputas na busca pela vitória. Diego Pierluigi sofreu uma queda e teve um descolamento no ombro e ficou fora da sétima etapa. A decisão do campeonato do SuperBike Brasil será dia 3 de dezembro em Interlagos




Mais uma etapa eletrizante. Assim foi a disputa da sétima etapa do SuperBike Brasil realizada neste domingo (22) no autódromo internacional Ayrton Senna, em Goiânia (GO). 

Além dos oponentes na pista, o forte calor foi outro
adversário que exigiu muito dos pilotos. Na equipe Híbridos Club Alex Barros Racing, o dia foi de emoções distintas. Se por um lado o time comemorou a excelente atuação de Alex Barros #4 que conquistou dois pódios com dois segundos lugares, após belo embate pela vitória com Eric Granado, por outro lamentou o acidente sofrido por Diego Pierluigi #84, ainda no warm-up, que tirou o argentino da disputa da etapa com uma luxação no ombro direito.

Com o resultado das duas corridas em Goiânia, para Alex Barros a briga pelo título ficou mais difícil, pois a diferença de Eric Granado para ele é de 18 pontos, mas com 51 em jogo, ainda é possível buscar o campeonato. E, o piloto da moto Honda CBR 1000RR #4 segue vivo na briga da decisão da temporada que será dia 3 de dezembro, no autódromo de Interlagos (SP).  Pelos cálculos, somente Barros e Granado estarão na disputa pelo título em São Paulo.

1ª corrida
 
A primeira corrida realizada ainda durante a manhã deste domingo na pista de Goiânia foi emocionante, e novamente contou com uma disputa intensa pela primeira posição entre Alex Barros e Eric Granado. Barros, a bordo de sua moto Honda CBR 1000RR #4, que largou em segundo, logo saltou para a ponta, Danilo Lewis veio junto. O piloto da equipe Híbridos Club ditou o ritmo e liderou a prova por mais da metade da corrida. Segurando bem a pressão sofrida por Eric Granado até a nona volta, quando o piloto da moto #151 conseguiu finalmente ultrapassar. Barros manteve a tocada e completou em segundo. Wesley Gutierrez completou o pódio com o terceiro lugar.

2ª corrida
 
Alex novamente faz excelente largada e assume a ponta. Granado não tem boa saída, e perde três posições, sendo ultrapassado por Danilo Lewis e Wesley Gutierrez. Mas logo recupera e, na abertura da volta 2 já estava em segundo. Novamente Alex e Eric fizeram belo duelo pelo topo do pódio. Alex na liderança anda forte, Eric pressiona. Na sétimo giro Granado faz a ultrapassagem, e Barros devolve poucos metros a frente. A briga segue equilibrada. Até que no oitava volta Eric consegue ultrapassar, abre um pouco e ganha um fôlego. Alex segue sua tocada, mas não consegue alcançar seu oponente. Novamente completa na segunda posição. O pódio da segunda corrida é uma ‘cópia’ da primeira bateria.

Alex Barros comentou como foram as duas provas na pista goiana, e fez um balanço da etapa, das motos. “As duas corridas foram bem disputadas, mas aqui em Goiânia a potência de motor é muito importante. Infelizmente a diferença de potência das nossas motos para o equipamento do Eric é grande, e ele ainda teve um upgrade na moto, que não tinha em Curitiba, e estava com motor novo. A gente conseguiu melhorar a ciclística aqui, e fizemos frente a ele e não perdíamos de curva, mas na reta e na aceleração realmente havia essa diferença marcante. E, mesmo que eu conseguisse andar mais rápido, dificilmente eu conseguiria fazer frente a ele na chegada”, disse Barros.

“Na segunda corrida eu tive um problema no freio dianteiro, que começou a baixar já na quarta volta e isso me prejudicou um pouco. Eu poderia ter ido mais rápido e não ter deixado que ele abrisse, mas nas últimas seis voltas fiquei administrando o freio. Goiânia é uma pista de alta velocidade e esse problema com o freio acabou me atrapalhando na corrida 2” contou.

Alex Barros comentou sobre a disputa do título. “É lógico que a gente pensa sim na conquista do título e não desistimos nunca. A diferença é de 18 pontos, e tudo é possível, ainda mais com duas corridas para acontecer. Vamos continuar trabalhando para tirar essa diferença de potência. Fizemos uma reunião técnica logo após o fim das corridas, já pensando na próxima e decisiva etapa”, observou o piloto da moto #4 que é o segundo na tabela, com 170 pontos.

“Quero agradecer todo o trabalho da equipe e o apoio dos patrocinadores Híbridos Club, Honda, Petronas Sprinta, Pirelli e todos os integrantes do time que trabalharam muito para fazermos o melhor possível nesta etapa”, agradeceu Barros.
O chefe da equipe Híbridos Club também falou sobre o acidente de seu companheiro. “Foi uma infelicidade o Diego ter caído no warm-up e não poder correr. Felizmente foi só um deslocamento no ombro e ele já segue para Buenos Aires para fazer uma tomografia para ver os ligamentos. Espero que ele esteja bem para a última corrida. Também espero que o Luciano Brasil retorne na última etapa e estimo as melhoras do José Duarte”, finalizou.

Diego Pierluigi lamentou a queda sofrida que lhe rendeu uma luxação no ombro direito, mas está confiante de que estará no grid da grande final em Interlagos. “Foi uma pena ter caído e não poder disputar a etapa. Foi uma luxação no ombro direito e precisarei de duas semanas de repouso. Acredito que chegarei bem para a última etapa em Interlagos”, contou o argentino.

Resultados em Goiânia – 7ª etapa
1ª corrida SBK PRO:
1) 151-Eric Granado (P), 14 voltas em 19min48s878
2) 4-Alex Barros (P), a 5.944
3) 15-Wesley Gutierrez (P), a 19.212
4) 71-Joelsu Mitiko (P), a28.781
5) 68-Diego Faustino (P), a 39.999
6) 51-José Luiz Cachorrão (P), a 40.205
7) 72-Juninho Trudes (P), a 53.186
8) 12-Davi Lara Costa (P), a 55.995
9) 6-Jeferson Friche (PAE), a 56.078
10) 47-Fabio Nallin (PAE), a uma volta
11) 36-Ricardo Seiji Hayashi (PM), a uma volta
12) 17-Danilo Lewis (P), a uma volta
13) 23-Diego Viveiros (PA), a três voltas
14) 25-Roque E. dos Santos (PA), a 11 voltas

2ª corrida SBK PRO:
1) 151-Eric Granado (P), 14 voltas em 19min49s514
2) 4-Alex Barros (P), a 7.339
3) 15-Wesley Gutierrez (P), à 12.750
4) 17-Danilo Lewis (P), à 15.213
5) 71-Joelsu Mitiko (P), à 30.227
6) 68-Diego Faustino (P), à 35.469
7) 51-José Luiz Cachorrão (P), à 35.781
8) 72-Juninho Trudes (P), à 50.958
9) 12-Davi Lara Costa (P), a 54.186
10) 6-Jeferson Friche (PAE), a 54.904
11) 23-Diego Viveiros (PA), a 1:27.704
12) 36-Ricardo Seiji Hayashi (PM), a uma volta
13) 47-Fabio Nallin (PAE), a quatro voltas

Classificação da temporada - após sete etapas (Top-10):
Categoria SBK
1) 151-Eric Granado, 188
2) 4-Alex Barros, 170
3) 68-Diego Faustino, 125
4) 15-Wesley Gutierrez, 121
5) 84-Diego Pierluigi, 105
6) 51-José Luiz Cachorrão, 80
7) 17-Danilo Lewis, 79
8) 12-Davi Lara Costa, 58
9) 71-Joelsu Mitiko, 55
10) Bruno Corano, 23
Assessoria de Comunicação/Imprensa
FGCom
Fernanda Gonçalves / Beatriz de Paula
(11) 98245-4511 / (11) 98405-8485
fernanda@fgcom.com.br / beatriz@fgcom.com.br www.fgcom.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja bem-vindo ao Blog SBR!