GO-SBR

Esporte a motor em Goiás, no Brasil e no Mundo

quinta-feira, 24 de maio de 2012

Final de semana de gala do automobilismo terá Shell na Indy 500 e na F-1 em Mônaco

Marca estará presente simultaneamente em dois dos maiores eventos de esporte a motor mundial. Na Indy 500, Helio Castroneves busca a quarta vitória; em Mônaco, Fernando Alonso defende a liderança do Mundial com sua Ferrari 

O último final de semana de maio é o mais aguardado pelos fãs de automobilismo no mundo inteiro. Em um único domingo, dois dos maiores eventos do esporte a motor são realizados: as 500 Milhas de Indianápolis, nos Estados Unidos, e o Grande Prêmio de Mônaco da Fórmula 1. Além da enorme tradição, outro fator em comum a estas duas importantes corridas é a presença da marca Shell.

Na Indy 500, o brasileiro Helio Castroneves corre com um Penske patrocinado com a marca da Shell V-Power buscando fazer história, tornando-se o maior vencedor da história da corrida. Caso conquiste a vitória, Helinho iguala recorde de lendas das pistas norte-americanas: A.J. Foyt, Al Unser e Rick Mears. 

A Shell V-Power também promoverá um tributo a Roger Penske, dono da equipe de mesmo nome e cujo time acumula o maior número de vitórias na Indy 500. "Nós estamos felizes com a Shell está fazendo um tributo a Roger Penske neste dia tão especial", disse Jeff Belskus, o CEO do complexo de Indianápolis. A ação será feita no próximo sábado, na corrida, no "Legends Day", como o evento é conhecido nos EUA.

Na Europa, a F-1 desembarca no cenário mais belo e encantador de toda temporada. Nas ruas do principado de Mônaco, a Shell estará presente como fornecedora oficial de combustíveis para a equipe Ferrari, dos pilotos Fernando Alonso e Felipe Massa. O time italiano lidera o Mundial de pilotos, com Alonso em primeiro lugar (61 pontos), após um bom segundo lugar conquistado no GP da Espanha, marcado também pela estreia de uma nova fórmula do combustível Shell V-Power.

Por aqui no Brasil, 2012 também está sendo marcado pela forte presença da Raízen no automobilismo, com a marca Shell. Em investimento direto em marketing, são mais de R$ 130 milhões, incluindo a entrada oficial no campeonato da Stock Car. Além do patrocínio direto ao piloto Valdeno Brito, todos os carros da prova correm com o combustível aditivado Shell V-Power Etanol, fornecido pela Raízen.

"Estar presente nos maiores campeonatos de automobilismo, tanto no Brasil quanto no exterior, é uma oportunidade de aproximar a marca Shell V-Power dos nossos consumidores. Além disso, as provas funcionam como uma plataforma de desenvolvimento de tecnologia de combustível, que é aplicado nos produtos comercializados nos nossos pontos de venda", destaca Ingrid Buckmann, gerente de Marca e Comunicação da Raízen.

A corrida da F-1 em Mônaco será neste domingo às 9h (transmissão ao vivo pela Rede Globo, horário de Brasília), mas a movimentação dos carros na pista começou nesta quinta-feira, com Alonso liderando o primeiro treino e Jenson Button, o segundo. Já a Indy 500 acontece no início da tarde no Brasil às 12h (transmissão ao vivo pela Rede Bandeirantes).

Sobre a Raízen

A Raízen é a empresa resultante do processo de integração dos negócios da Shell e Cosan. A empresa está entre as cinco maiores companhias do Brasil em faturamento. Com 24 usinas, a Raízen tem capacidade de produção de 2,2 bilhões de litros de etanol por ano, 4,4 milhões de toneladas de açúcar e têm 900 MW de energia elétrica a partir do bagaço da cana. A Raízen possui 53 terminais de distribuição e comercializará aproximadamente 22 bilhões de litros para os segmentos de transporte e indústria e para a sua rede formada por 4.700 postos de serviço com as marcas Shell e Esso. Por meio da marca Shell, a empresa está presente nas principais categorias do automobilismo mundial, incluindo a Fórmula 1. No Brasil, a Raízen anunciou a entrada da Shell na Stock Car e o fornecimento de etanol para todos as equipes da prova.