GO-SBR

Esporte a motor em Goiás, no Brasil e no Mundo

terça-feira, 31 de julho de 2012

Bertoncello comemora a conquista de seu primeiro título de Campeão Brasileiro de Kart

Campeão Sul-Brasileiro e Sul-Americano em 2010, gaúcho conquistou título nacional em Cascavel (PR)

Campeão Sul-Brasileiro e Sul-Americano em 2010, o gaúcho Bruno Bertoncello (Targh 400 | Floricultura Verdes e Cores | MG Pneus |Iame | GH Digital | Techspeed | Sport Wear by ULV) conquistou no último sábado (28) o mais importante título do kartismo nacional. Na segunda fase do 47º Campeonato Brasileiro de Kart, disputada em Cascavel (PR) entre os dias 24 e 28, Bruno venceu duas das quatro provas da competição, dentre elas a mais importante - a Final - e sagrou-se campeão brasileiro da Sudam Júnior.

Bertoncello desde o início dos treinos se destacou entre os 21 pilotos do todo o Brasil que buscavam o título no Kartódromo Delci Damian, o que culminou com o segundo lugar no grid de largada, apenas 1 milésimo de segundo mais lento que o pole, o também gaúcho Matheus Leist.

Composto por quatro corridas, sendo duas classificatórias, o Campeonato Brasileiro chegaria à sua decisão depois de passar pela prova Pré-Final, cuja ordem de chegada seria o grid de largada da Final, a que realmente decidiria o título. Bertoncello venceu uma das classificatórias e, com um segundo lugar na outra, garantiu a pole da Pré-Final, prova em que terminou em segundo.

A Final foi a confirmação do talento de Bruno Bertoncello, que largou em segundo, mas logo assumia a liderança. O gaúcho de Passo Fundo aproveitou-se da disputa entre três pilotos pelo segundo lugar e abriu ligeira vantagem, que diminuiu voltas depois com a aproximação de Léo Gimenes. Mesmo pressionado por alguns instantes, Bruno Bertoncello (Targh 400 | Floricultura Verdes e Cores | MG Pneus |Iame | GH Digital | Techspeed | Sport Wear by ULV) manteve-se firme na liderança e, aos poucos, abriu vantagem, caminhando com tranquilidade em direção do título. Ele recebeu a bandeirada com mais de três segundos à frente de Vitor Baptista, o vice.

"Foi um campeonato longo, muito disputado e equilibrado. A Sudam Júnior tem um número muito grande de pilotos talentosos e ser campeão foi muito difícil. É uma honra ter vencido adversários tão competentes", elogia Bruno. "Por outro lado, foi um título que veio depois de um muito trabalho conjunto da equipe Quake2, do Renato Tibola e da Techspeed", agradece, referindo-se à sua equipe, ao preparador de motores e à fábrica de chassis, que venceu em todas as categorias que disputavam o título em Cascavel.

KG COM Assessoria de Comunicação - Erno Drehmer (MTb/RS 14.706)