GO-SBR

Esporte a motor em Goiás, no Brasil e no Mundo

sexta-feira, 19 de outubro de 2012

Após cirurgia, Diumar Bueno deixa UTI do hospital em Curitiba

Piloto da Fórmula Truck deverá participar por telefone de programa do canal Bandsports na próxima quarta-feira


Apesar da previsão médica de que pudesse receber alta da Unidade de Terapia Intensiva entre sábado (20) e domingo (21), Diumar Bueno já ocupa um quarto comum do Hospital Marcelino Champagnat, em Curitiba. O piloto da Fórmula Truck recebeu alta da UTI nesta sexta-feira (19), um dia depois de ser submetido a uma nova sessão cirúrgica para reparação das fraturas que sofreu em um acidente no último sábado (13) em Guaporé (RS).

O ex-piloto Eduardo Homem de Mello, que atua como comentarista da Fórmula Truck na transmissão das corridas pela Rede Bandeirantes, visitava o piloto no momento da alta hospitalar. “Diumar está superlúcido, a recuperação dele é muito positiva”, disse Homem de Mello. “Ele até aceitou o convite para participar ao vivo no ‘Supermotor’, por telefone”, continuou, citando o programa que o canal Bandsports exibe todas as quartas-feiras, a partir das 21h.

Homem de Mello conta ter conversado com Bueno por mais de uma hora. “Falamos sobre o acidente, ele lembra de tudo com detalhes. Ele contou que optou pelo caminho da grama numa tentativa de diminuir a velocidade do caminhão, porque tinha pouco trecho de reta pela frente e já tinha notado que estava sem freios. Ele não conseguiu mudar sua trajetória porque ali, por baixo da grama, há pedras, que impediram o movimento lateral das rodas”, relatou.

Em sua conversa com o comentarista da Fórmula Truck, Bueno pôs fim a hipóteses levantadas por jornalistas e fãs para a causa do acidente. “O Diumar permaneceu consciente o tempo todo. Ele lembra de ter saído da pista, lembra da batida no muro e a lembrança seguinte é de já estar lá embaixo, depois que o caminhão caiu. A conclusão de que o acidente foi provocado por um desmaio dele não tem cabimento algum”, atestou Homem de Mello.

Outra hipótese desmentida por Diumar Bueno é a de que o acelerador do caminhão, o Volvo número 11 da DB Motorsport, tenha travado. “Ele próprio confirmou que o acelerador não estava travado coisíssima nenhuma. Acontece que, numa situação como aquela, mesmo fora do asfalto, há uma sensação de que o caminhão ganha velocidade. O que importa é que Diumar está bem, tenho certeza de que vai se recuperar bem”, finalizou o comentarista.


19/10/2012 - Grelak Comunicação