GO-SBR

Esporte a motor em Goiás, no Brasil e no Mundo

segunda-feira, 29 de outubro de 2012

Nascar: erro em 2 pits stops impede melhor resultado de Miguel Paludo em Martinsvile


Gaúcho estava no top-10 quando perdeu posições no box; com a 15a colocação hoje, Paludo se mantém entre os dez melhores do campeonato da Nascar Truck Series

O que tinha tudo para ser a melhor corrida de Miguel Paludo (Duroline) no inusitado circuito de Martinsville (de apenas 800 metros de extensão, apelidado de "The Paper Clip") foi arruinado em dois erros nas paradas de box neste sábado na 19a etapa da Nascar Truck Series.

Em seu primeiro pit stop, o gaúcho sofreu com a troca demorada do pneu dianteiro, fazendo-o perder as dez posições que havia
conquistado na pista (largou em 20o e já estava em décimo).

Em outra parada, nova perda de segundos preciosos no pit, além de um ajuste errado em uma barra de sua picape. Com tantos percalços, Paludo terminou a prova em 15o, o suficiente para mantê-lo no top-10 do campeonato, com 568 pontos.

"Automobilismo é um esporte de equipe e há dias que o time faz um trabalho incrível nos boxes, mas hoje todos reconhecemos que os pit stops foram problemáticos. Além das trocas demoradas, tive um ajuste equivocado de barra, fazendo justamente o ajuste oposto ao que pedi, deixando a picape ainda mais desequilibrada. Hoje era novamente dia de ficar entre os primeiros e infelizmente perdemos uma grande oportunidade, espero que no Texas a gente consiga finalmente transformar este bom potencial em um grande resultado", diz Paludo.

Largando em 20º, Miguel manteve a posição até a primeira bandeira amarela, quando Todd Bodine tocou o muro. Relargando na 25ª passagem, Paludo pulou para 17º e recuperava-se. Poucas voltas depois, Jeff Agnew foi tocado por David Starr e provocou a segunda bandeira amarela. Com tal toque, além da interrupção da corrida com a segunda bandeira amarela, Paludo angariou mais algumas posições, indo para a 14ª.

Relargando na 37ª volta, o gaúcho de Nova Prata continuava subindo de produção e galgava lugares mais à frente. Na 60ª passagem pelo curto circuito de Martinsville, Paludo ocupava a 11ª colocação.

A terceira bandeira amarela só surgiu na volta número 94, quando Tim George Jr. relou no muro da pista do "Paper Clip". Momento perfeito para Miguel trocar seus pneus e fazer abastecimento e ajustes; após a parada, Paludo perdeu diversas posições pelo tempo extra após erro em seu pit.

A relargada se deu exatamente na volta 100, ou seja, metade da prova. Na saída, Miguel levou um toque por trás e bateu no carro a frente, mas nada que lhe rendesse problemas em sua Chevrolet Silverado.

Com 50 voltas para o fim, Miguel mantinha-se na 13ª colocação na prova; momentos depois, o líder do campeonato Ty Dillon achou o muro e provocou a quarta bandeira amarela. Miguel fez uma rápida parada e novamente perdeu posições.

Com 37 para o fim, Jason White rodou provocando mais uma amarela. Relargando voltas depois, Miguel ainda se mantinha em 13º. Com 25, a sexta amarela era sacada após o toque de Todd Bodine com Peyton Sellers; Miguel era o 16º no momento.

Batalhando pela 15ª colocação, Miguel rodou e provocou mais uma amarela. Relargando em 17º com sete para o término, Paludo ganhou duas posições, chegou em 15º e manteve a 10ª posição no campeonato.

O site www.miguelpaludo.com.br traz mais informações, fotos e vídeos das corridas de Paludo. Para acompanhar notícias em tempo real, siga no twitter @miguelpaludo (o oficial do piloto).

Classificação do campeonato após 19 etapas:
1. J. Buescher 716
2. T. Dillon 695
3. T. Peters 691
4. P. Kligerman 680
5. J. Coulter 670
6. M. Crafton 664
7. N. Piquet Jr. 626
8. J. Lofton 618
9. J. Sauter 573
10. M. Paludo 568

www.rf1jornalismo.com.br