GO-SBR

Esporte a motor em Goiás, no Brasil e no Mundo

domingo, 11 de novembro de 2012

Em treino inédito, Leandro Reis conquista terceira pole na Fórmula Truck

Piloto goiano da Original Reis Competições comanda o grid do GP Crystal neste domingo no Autódromo Internacional de Curitiba


Leandro Reis protagonizou a festa deste sábado (10) depois do treino classificatório da nona e penúltima etapa do Campeonato Brasileiro de Fórmula Truck. O goiano da Original Reis Competições conquistou na pista molhada no Autódromo Internacional de Curitiba, em Pinhais (PR), a pole-position para o GP Crystal. A corrida deste domingo (11) pode transcorrer sob chuva, segundo as possibilidades indicadas pelos institutos de meteorologia.

O treino classificatório da etapa curitibana teve aplicado, pela primeira vez, o artifício do regulamento desportivo que prevê a anulação de um treino classificatório em caso de chuva durante seu decorrer. Eram cerca de 14h30 quando começou a chover no autódromo. O treino foi interrompido e, depois de alguns instantes, a direção de prova confirmou a anulação de todos os tempos já anotados pelos 11 pilotos que haviam feito voltas isoladas.

O item do regulamento que contempla eventualidades como a deste sábado torna obrigatória a instalação de pneus frisados, próprios para o asfalto molhado, nas seis rodas de todos os caminhões. Depois do tempo necessário para a troca de pneus e da remoção das poças d’água verificadas na pista, os pilotos foram à pista às 15h55, para uma sessão classificatória regulamentar de 20 minutos, que definiu as posições de largada do GP Crystal.

“A pista secava a cada volta, mas eu sabia que a última volta seria a decisiva e vim para o tudo ou nada”, falou Reis, que já havia conquistado poles em Campo Grande, em 2010, e em Goiânia, nesta temporada. “Tenho um caminhão bom tanto para o seco quanto para o molhado. É um alento, nossa equipe vive dificuldades financeiras e sair na frente pode chamar atenção de um patrocinador, é disso que precisamos no momento”, falou.

O paulista Felipe Giaffone, vice-líder da temporada, percebeu a melhor condição a cada volta. “Vim segurando o ritmo para abrir a última volta sem ter ninguém à nossa frente, mas avaliei mal e acabei segurando demais. Quando fui passar pela linha de chegada, recebi bandeira quadriculada”, descreveu. “Segundo lugar não é ruim, mas perdi a pole e, com a pole, perdi um pontinho no campeonato, que seria o começo da minha reação”, disse.

Giaffone é o vice-líder do campeonato, 39 pontos atrás do paranaense Leandro Totti, que larga em nono. “Meu caminhão definitivamente não se dá bem com a chuva. Eu até andei no limite para ver se o tempo vinha, mas preferi não arriscar muito”, contou o piloto da ABF Racing Team, que pilota um Mercedes-Benz e tem a chance de assegurar o título em Curitiba. “Tomara que faça sol para a corrida, senão vou ter dificuldades”.

Os únicos que podem impedir o título de Totti são Giaffone, piloto do MAN-Volkswagen da RM Competições, e o pernambucano Beto Monteiro, da Scuderia Iveco, que larga em quarto. “Foi lucro. Meu caminhão não estava bom na chuva”, admitiu o piloto, terceiro na pontuação. Monteiro foi o mais rápido no último treino livre, com pista seca, com a volta mais rápida do fim de semana. “No fim, acho que o meu caminhão melhorou bem”.

Ao lado de Monteiro na segunda fila do grid estará o paulista Roberval Andrade, terceiro com o Scania da Ticket Car Corinthians Motorsport. “Eu vinha em uma volta bem rápida no fim do treino, mas na metade da volta o caminhão perdeu rendimento, começou a falhar. O que aconteceu foi que saltou a correia da bomba d’água. Tentei fechar a volta, mas travou o motor e fui para o box no embalo. Vamos ter de trocar o motor”, lamentou o bicampeão. 

O segundo MAN-Volkswagen melhor colocado no grid de Curitiba é o de Adalberto Jardim, que larga em quinto. “Essa loteria doida da chuva deixou a disputa bem embaralhada. Eu tinha um problema no balanço dos freios. Foi um treino curto, de 20 minutos, e parei nos boxes três vezes. Quando acertei o freio, o tempo começou a vir”, resumiu. “Aí virou loteria, quem passava depois ia baixando, havia alguns trechos com pista seca”.

A Rede Bandeirantes abrirá às 13h deste domingo a transmissão ao vivo do GP Crystal. A corrida terá narração de Téo José, com comentário de Eduardo Homem de Mello e reportagem de Luiz Silvério. O grid definido neste sábado no Autódromo Internacional de Curitiba é o seguinte:

1º) Leandro Reis (GO/Scania), Original Reis Competições, 2min01s748
2º) Felipe Giaffone (SP/MAN-Volkswagen), RM Competições, 2min01min937
3º) Roberval Andrade (SP/Scania), Ticket Car Corinthians Motorsport, 2min02s293
4º) Beto Monteiro (PE/Iveco), Scuderia Iveco, 2min02s949
5º) Adalberto Jardim (SP/MAN-Volkswagen), AJ5 Competições, 2min03s318
6º) Paulo Salustiano (SP/Volvo), ABF/Volvo, 2min03s887
7º) Wellington Cirino (PR/Mercedes-Benz), ABF/Mercedes-Benz, 2min04s366
8º) Pedro Gomes (SP/Ford), 72 Sports, 2min04s369
9º) Leandro Totti (PR/Mercedes-Benz), ABF Racing Team, 2min04s382
10º) Régis Boessio (RS/Mercedes-Benz), ABF Desenvolvimento Team, 2min04s940
11º) André Marques (SP/MAN-Volkswagen), RM Competições, 2min05s328
12º) Pedro Muffato (PR/Scania), Muffatão, 2min05s838
13º) Geraldo Piquet (DF/Mercedes-Benz), ABF/Mercedes-Benz, 2min06s102
14º) Valmir Benavides (SP/Iveco), Scuderia Iveco, 2min06s120
15º) Débora Rodrigues (SP/MAN-Volkswagen), RM Competições, 2min06s242
16º) Renato Martins (SP/MAN-Volkswagen), RM Competições, 2min06s392
17º) Luiz Pucci (ARG/Volvo), ABF/Volvo, 2min06s694
18º) João Maistro (PR/Volvo), Clay Truck Racing, 2min06s976
19º) Luiz Lopes (SP/Mercedes-Benz), ABF Racing Team, 2min07s280
20º) João Ometto Neto (SP/Iveco), Marinelli Competições, 2min07s814
21º) José Maria Reis (GO/Scania), Original Reis Competições, 2min08s641
22º) Alberto Cattucci (SP/Scania), Ticket Car Corinthians Motorsport, 2min11s480
23º) Djalma Fogaça (SP/Ford), 72 Sports, 2min43s589
24º) Danilo Dirani (SP/Ford), 72 Sports, sem tempo
Média do 1º: 109,258 km/h


CLASSIFICAÇÃO
Já computado o ponto de bônus pela pole, a classificação da Fórmula Truck é a seguinte: 1º) Totti, 158 pontos; 2º) Giaffone, 119; 3º) Monteiro, 106; 4º) Cirino, 82; 5º) Marques, 81; 6º) Salustiano, 77; 7º) Andrade, 76; 8º) Boessio, 64; 9º) Jardim, 47; 10º) Piquet, 46; 11º) Benavides, 44; 12º) Marinelli, 39; 13º) Martins, 37; 14º) L. Reis, 34; 15º) Rodrigues, 32; 16º) Maistro, 30; 17º) Lopes, 22; 18º) Bueno, 21; 19º) Pucci, 20; 20º) Muffato, 12; 21º) J. Reis, 11; 22º) Dirani, 9; 23º) Fittipaldi e Gomes, 7; 25º) Ometto, 1.