GO-SBR

Esporte a motor em Goiás, no Brasil e no Mundo

quarta-feira, 21 de novembro de 2012

Luiz Felipe Branquinho esteve perto do pódio no SKUSA 2012


Piloto finalizou a competição na sexta posição e teve grande apresentação nos USA

Pelo segundo ano consecutivo o piloto goiano Luiz Felipe Branquinho (Medcomerce | SR Competições) esteve na última semana na cidade de Las Vegas, nos Estados Unidos, onde disputou a 16a edição do SKUSA - Supernationals.

A competição, que atualmente é o maior evento do kartismo nas Américas, reuniu no estacionamento do Rio All-Suites Hotel e Casino 478 pilotos divididos em nove categorias distintas. Competindo pela classe TaG Cadete Branquinho teve contra ele nada menos que 67 concorrentes, de várias partes do planeta.

Para a disputa do evento Branquinho contou com o chassis CRG, preparado pela gigante equipe PSL Racing e motores Iame Puma, refrigerados à ar. Quem deu todo o apoio técnico ao competidor foi seu chefe de equipe no Brasil, o experiente preparador Secreta, da equipe SR Racing.

Com bom desempenho desde os primeiros treinos Branquinho esteve sempre com tempos entre os dez mais velozes da pista o que, de certa forma, lhe deixava como um forte candidato na briga pela pole-position. Realmente isto aconteceu e, com a marca de 51s986 o piloto registrou a oitava melhor marca o que lhe rendeu a segunda posição no grupo D das classificatórias.

Nestas corridas classificatórias, por sua vez, Branquinho conseguiu realmente mostrar todo o seu potencial. NA primeira prova Branquinho foi muito bem e finalizou na sexta posição. Na segunda, quando disputa posições no primeiro pelotão, acabou sendo espremido contra a barreira de proteção da pista finalizando a prova numa distante 33ª posição. Na terceira classificatória o piloto voltou a andar bem e terminou no terceiro lugar. Com estes resultados ele conseguiu somar 42,08 pontos, o que lhe deixou com o direito de largar na 24ª posição na final.

O domingo, último e decisivo dia do SKUSA, foi dedicado apenas à corrida final. Após uma excelente largada, em que conseguiu escapar dos acidentes das duas primeiras curvas, o piloto seguiu para um contundente prova de recuperação. Com belas ultrapassagens e muita velocidade o piloto ganhou 18 posições nesta prova e recebeu a bandeirada final na sexta posição.

"Foi um Campeonato em que eu tinha tudo para brigar pelo título. Meu kart estava bom, trabalhamos muito nos treinos melhorando cada detalhe e foi uma pena a batida na segunda classificatória. Se eu tivesse chegada naquela corrida, entre os dez, eu largaria na final ali em sétimo ou oitavo e, deste jeito, com certeza eu tinha kart para brigar pelo título. De todo jeito foi muito legal e quero muito estar aqui novamente, no ano que vem", comentou o piloto.

Fotos: Flávio Quick - Divulgação

Assessoria de Comunicação do piloto João Ricardo Vieira
Jornalistas Responsáveis: Flávio Quick e Fabiola Cadar