GO-SBR

Esporte a motor em Goiás, no Brasil e no Mundo

segunda-feira, 5 de novembro de 2012

Tati Mercado torna-se o quinto vencedor do Moto 1000 GP em 2012

Argentino da Center Moto Racing Team recupera-se de problema com a embreagem na largada para vencer


Apesar da dificuldade com a embreagem na largada, que o fez perder a vantagem de largar da pole-position e cair para a sexta posição na primeira volta, Leandro “Tati” Mercado fez uma apresentação de gala na manhã deste domingo (4) para estrear com vitória no Moto 1000 GP. O argentino da Center Moto Racing Team tornou-se o quinto nome de 2012 a comemorar uma vitória na GP 1000, principal categoria do campeonato.

Depois das 16 voltas da prova, Mercado cruzou a linha de chegada 4s618 à frente do paulista Pierre Chofard, da Pitico Race, que comemorou sua superação para ser segundo – correu ainda sentindo as dores de uma fratura sofrida duas semanas atrás, no acidente que o tirou da etapa de Brasília. Em Cascavel, o pódio teve mais um piloto argentino, Luciano Ribodino, da Alex Barros Racing, terceiro colocado, a 8s895 do compatriota vencedor.

O terceiro lugar valeu a Ribodino a liderança do campeonato. Ele saiu beneficiado pelo incidente sofrido por Alan Douglas na oitava volta da prova. O paulista da Pitico Race, depois de perder aderência ao passar sobre uma poça d’água remanescente na pista depois da chuva de sábado (3), saiu da pista e caiu. Ele voltou à pista para abandonar nos boxes, confirmando presença no grid na sexta etapa, com largada às 14h35 deste domingo.

A perda de posições na largada foi atribuída por Tati Mercado a um problema com a embreagem da Kawasaki da Center Moto Racing Team. “Algo na embreagem se rompeu ainda na primeira volta, ficou patinando muito, e nas voltas seguintes continuou a patinar. Fico especialmente contente por vencer nessas condições, porque foi difícil”, declarou o argentino. “Agora vamos ter de ver esse problema para a segunda corrida”, continuou.

Para Chofard, o segundo lugar foi marcado pela superação. “Essa foi a melhor corrida da minha vida, se for falar em superação”, definiu o paulista da Pitico Race, agora vice-líder do campeonato. “Se tivesse terminado em terceiro já seria ótimo, porque meu braço dói bastante, eu não imaginei que fosse doer tanto, mas estava bem na corrida, não poderia desistir. Fiz um esforço enorme, mas acabou valendo a pena”, acrescentou o piloto.

O resultado a corrida cascavelense valeu a liderança a Ribodino. “Nós não fizemos a melhor das apostas na configuração da moto, que durante toda a corrida estava patinando muito. Vamos precisar definir outra configuração para a segunda corrida”, antecipou, lembrando que a sexta etapa, compondo rodada dupla em Cascavel, terá largada às 14h35 deste domingo. “Conseguir a liderança, com toda essa dificuldade, me deixa muito contente”.

Ribodino foi a 88 pontos. Chofard, com o segundo lugar, recuperou a vice-liderança da competição, com 75 pontos, um à frente do companheiro de equipe Douglas. As quatro etapas anteriores tiveram outros nomes no degrau mais alto do pódio – Alan Douglas, em São Paulo, Alex Barros, em Curitiba, Diego Pierluigi, em Santa Cruz do Sul, e Luciano Ribodino, em Brasília. Depois de 16 voltas, o resultado final da corrida foi o seguinte:

1º) Tati Mercado (ARG/Kawasaki), Center Moto Racing Team, 17min32s836
2º) Pierre Chofard (SP/Kawasaki), Pitico Race, a 4s618
3º) Luciano Ribodino (ARG/BMW), Alex Barros Racing, a 8s895
4º) Murilo Colatreli (SP/Kawasaki), Colatreli Racing, a 16s762
5º) Danilo Lewis (SP/Kawasaki), Procomps Racing Team, a 16s835
6º) Marcos Christian Salles (PR/BMW), Grinjets, a 1 volta
7º) Victor Moura (PR/BMW), Competizione MVX Racing, a 1 volta
8º) Alberto Braga (RJ/Suzuki), Center Moto Racing Team, a 1 volta
9º) André Luiz Carvalho (RJ/Suzuki), SBK Rio, a 1 volta
10º) Eduardo Costa Neto (SP/Honda), RF Rush Racing Team, a 1 volta
11º) Carlos Gabriel Poton Medeiros (SP/Honda), Cigano Racing, a 1 volta
12º) Elson Tenebra Otero (SP/Kawasaki), By Tripa Team, a 2 voltas

NÃO RECEBERAM A BANDEIRADA FINAL
Alan Douglas (SP/Kawasaki), Pitico Race, a 9 voltas
Ricieri Luvizotto (SP/Aprilia), Target Race, a 10 voltas
Melhor volta: Mercado, na 12ª, 1min04s651, média de 170,280 km/h