GO-SBR

Esporte a motor em Goiás, no Brasil e no Mundo

quinta-feira, 20 de fevereiro de 2014

Falta de apoio financeiro força encerramento da carreira de Bruno Bertoncello

Dono de seis títulos nacionais e um internacional, kartista gaúcho reputa abandono como definitivo


Com seis títulos nacionais e um internacional em seu currículo, o gaúcho Bruno Bertoncello anunciou no final desta quarta-feira (19), com enorme tristeza, que abandonou a carreira de piloto, iniciada em 2007 ainda na Cadete, categoria em que conquistou o título de campeão sul-americano.

Desde os primeiros passos no kartismo, Bertoncello integrou de forma oficial o time da fabricante de chassis Techspeed, parceria encerrada no final da temporada passada, onde conquistou a Copa das Federações, a
Copa Brasil e dois títulos de campeão Sul-Brasileiro e um Brasileiro em 2012 e o título Sul-Brasileiro e Sul-Americano em 2010. Este ano o piloto de Passo Fundo, a cerca de 300 quilômetros de Porto Alegre (RS), iniciou o mesmo trabalho na CRG, também fabricante de chassis.

"O futuro no automobilismo é sempre incerto para 99% dos pilotos. A falta de apoio financeiro é enorme e normalmente é necessário bancar tudo do próprio bolso", lamenta Bruno Bertoncello, 15 anos. "Infelizmente para mim a caminhada terminou, acabei tendo que abandonar o esporte que tanto amo e onde tive as maiores alegrias da minha vida", completa.






O abandono de Bruno Bertoncello é permanente, já que existem poucas possibilidades de reverter a situação. "Não vejo como mudar isso, durante muito tempo trabalhamos em busca de patrocinadores e este trabalho sempre resultou em nada. O foco dos empresários é outro e o automobilismo, especialmente o kartismo, dá pouco retorno publicitário no Brasil, infelizmente", destaca. "Tenho muito que agradecer ao Rogério Naspolini e à Techspeed, e também ao Tiago Duarte e à CRG, e a todos que me apoiaram", finaliza.

KG COM Assessoria de Comunicação - Erno Drehmer (MTb/RS 14.706)