GO-SBR

Esporte a motor em Goiás, no Brasil e no Mundo

quinta-feira, 27 de fevereiro de 2014

Márcio Campos aponta evolução e identifica “situação nova” no Brasileiro de Turismo

Após testes coletivos, piloto gaúcho frisa importância de seu entrosamento com a equipe Sicredi Racing


Márcio Campos encerrou satisfeito o que definiu como “vestibular” para o Campeonato Brasileiro de Turismo, categoria de acesso à Stock Car. O piloto gaúcho da Sicredi Racing participou dos testes coletivos realizados entre terça (25) e quarta-feira (26) no Autódromo Internacional de Curitiba, localizado na cidade de Pinhais (PR). “Foram dois dias muito produtivos, de
evolução e de vermos qual vai ser o caminho a seguir durante o ano”, definiu.

A atividade preparatória para a temporada do Brasileiro de Turismo foi distribuída em quatro sessões de treinos livres de 80 minutos, cada – duas por dia. Campos foi o piloto que mais completou voltas nas duas sessões de terça-feira, com 28 no primeiro treino e 24 no segundo. “Tudo é novo para mim aqui. O carro, a tração, o motor, o câmbio. A gente sabia que precisaria andar tanto quanto pudesse para facilitar a minha adaptação à categoria”, falou.

Nesta quarta, Campos deu menos voltas. Foram 10 no primeiro treino e outras 31 no segundo, quando assinalou sua volta mais rápida na semana em 1min26s349 – foi o tempo que o colocou como oitavo mais rápido no resultado geral dos dois dias de testes. “Ontem eu fiz bastante quilometragem e hoje nós optamos por menos quilometragem e mais trabalho nos ajustes do carro. Ficou claro que houve bastante evolução de um dia para o outro”, observou.

Titular do carro número 31 da Sicredi Racing, equipe que tem patrocínio do Sicredi e das seguradoras parceiras Icatu e Mapfre, Márcio Campos admitiu que terá de mudar, neste ano, o foco que tinha até 2013, quando conquistou o terceiro título consecutivo no Mercedes-Benz Grand Challenge. “Lá eu sabia praticamente tudo do carro, havia uma espécie de zona de conforto. Aqui tudo ainda é novidade, é uma situação nova, vou ter de me acostumar”, ponderou.

A temporada de 2014 do Campeonato Brasileiro de Turismo terá início nos dias 22 e 23 de março, com rodada dupla no autódromo de Interlagos, em São Paulo (SP). “Esse novo momento me trouxe muita motivação, eu me sinto animado de verdade para correr atrás desse aprendizado. É só o meu quinto ano como piloto, sei que vou ter muito trabalho. Nesse ponto o entrosamento que tenho com a equipe Sicredi Racing vai ajudar bastante”, apontou.




Consideradas todas as voltas completadas nas quatro sessões dos dois dias de atividades no Autódromo Internacional de Curitiba, os melhores tempos de volta de cada piloto foram os seguintes:

1º) Raphael Abbate (SP/W2 Racing, 74 voltas), 1min25s024
2º) Guilherme Salas (SP/W2 Racing, 73 voltas), 1min25s513
3º) Edson Coelho Júnior (MG/RSports, 76 voltas voltas), 1min25s550
4º) João Pretto (MT/Mottin Racing, 57 voltas), 1min25s677
5º) Fernando Fortes (SP/J. Star Racing, 66 voltas), 1min25s890
6º) Wagner Ebrahim (PR/RKL Competições, 88 voltas), 1min25s999
7º) Marco Cozzi (SP/Carlos Alves Competições, 52 voltas), 1min26s149
8º) Márcio Campos (RS/Sicredi Racing, 93 voltas), 1min26s349
9º) Flávio Matheus (SP/Carlos Alves Competições, 74 voltas), 1min26s453
10º) Christian Castro (RS/Motortech Competições, 95 voltas), 1min26s608
11º) Rodrigo Pimenta (SP/J. Star Racing, 24 voltas), 1min26s724
12º) Eric Gasparin (SP/RSports, 68 voltas), 1min26s919
13º) Tito Morestoni (SC/Mottin Racing, 61 voltas), 1min27s075
14º) Matheus Stumpf (RS/HPN Racing Team, 58 voltas), 1min27s742
15º) Mauri Zacarelli (SP/HiTech Competições, 47 voltas), 1min28s292
16º) Pedro Saderi (PR/HiTech Competições, 43 voltas), 1min27s962
17º) Rodrigo Souza (PE/HPN Racing Team, 38 voltas), 1min31s072

Média do 1º: 156,449 km/h