GO-SBR

Esporte a motor em Goiás, no Brasil e no Mundo

sábado, 5 de abril de 2014

Curitiba recebe a F-Truck pela 19ª vez para 24ª corrida da história

Segunda etapa do Campeonato Brasileiro leva categoria pela 19ª vez ao Autódromo Internacional de Curitiba, onde já houve 23 corridas 

Atualmente piloto da Scania, Danilo Dirani conquistou em
 Pinhais a única vitória de sua carreira na F-Truck
Localizado em Pinhais (PR), o Autódromo Internacional de Curitiba é o que mais vezes recebeu eventos do Campeonato Brasileiro de Fórmula Truck desde que a categoria foi criada, em 1996. A segunda etapa da temporada de 2014, colocando em disputa o GP Crystal no dia 13 de abril, consolidará a 19ª vez em que a competição dos
caminhões mais rápidos do planeta reunirá o público da capital paranaense e da região metropolitana.


Se por um lado a F-Truck não teve etapas no Autódromo Internacional de Curitiba em duas temporadas, as de 1997 e 2004, o circuito de 3.695 metros foi o único, em toda a história da categoria, a receber dois eventos na mesma temporada – isso ocorreu duas vezes, em 2000 e 2001. As 18 apresentações proporcionaram 23 corridas, consideradas as rodadas duplas que compunham cada etapa do campeonato em seus cinco primeiros anos.

De 1996 a 2000, em suas cinco primeiras temporadas, a Fórmula Truck tinha suas etapas compostas por rodadas duplas, com treinos classificatórios distintos para cada corrida de um evento. A primeira rodada dupla em Pinhais foi disputada em 1996 e teve pole-positions do paulista Renato Martins e do paranaense Sérgio Drugovich, ambos com caminhões Scania. Drugovich, na soma dos tempos das duas provas, foi o vencedor da etapa.

Em 1998, na volta a Pinhais, Osvaldo Drugovich Júnior, irmão de Sérgio, marcou as duas poles e foi declarado vencedor da etapa com um primeiro e um segundo lugar – Martins obteve uma vitória. O gaúcho Jorge Fleck, com Volvo, revezou com Drugovich Júnior as poles da rodada dupla curitibana de 1999. O piloto paranaense, já bicampeão da categoria, conduziu seu caminhão Scania à vitória nas duas provas e conquistou a etapa.

A primeira rodada dupla de 2000 teve Fleck marcando as duas poles. Ele venceu a etapa com um primeiro e um segundo lugar – a segunda prova teve vitória do paulista Vignaldo Fízio, com Scania. Roberval Andrade foi pole na volta da Truck a Curitiba naquele ano, com um Volvo e venceu a segunda corrida. Na primeira, o vencedor foi seu companheiro de equipe Tiago Grison. A soma de pontos deu a vitória na etapa a Martins, com Scania.

A partir de 2001, a F-Truck adotou o formato atual, de etapas únicas. Foi o segundo ano em que a Truck teve duas etapas em Curitiba. Ambas tiveram domínio de Wellington Cirino, que na campanha para o primeiro de seus quatro títulos marcou as duas poles e conquistou as duas vitórias. Em 2002, o pole na etapa curitibana foi Andrade, já pela Scania. A vitória coube a Beto Monteiro – o pernambucano cumpria sua primeira temporada pela Ford.

Cirino repetiu a pole em 2003, quando Vignaldo Fízio obteve, pilotando um Mercedes-Benz, sua última vitória na categoria. O autódromo da cidade de Pinhais só receberia a Fórmula Truck novamente em 2005, com pole de Fízio, de Mercedes-Benz. Em uma corrida marcada pela chuva e pela alternância nas condições de pista, o catarinense Luiz Zappelini, de Volkswagen, alcançou na última volta a liderança que valeu sua primeira vitória.

Em 2006, a pole-position foi de Renato Martins, com um Volkswagen. O vencedor da corrida foi o paulista Vinicius Ramires, pilotando um Mercedes-Benz. Felipe Giaffone, em sua primeira temporada completa pela Volkswagen, conquistou pole e vitória na etapa de 2007. Em 2008, o pole foi Monteiro, em sua única temporada com um Scania. Zappelini, agora pilotando um caminhão Volvo, festejou sua segunda e última vitória na categoria.

Giaffone voltou a pôr a Volkswagen na pole em 2009, quando Cirino venceu a etapa pela terceira vez. Em 2010, Andrade obteve a pole e venceu, resultado fundamental para a conquista de seu segundo título brasileiro na categoria. Danilo Dirani conquistou a pole e a vitória em 2011, de Ford. A etapa de 2012 teve pole do Scania de Leandro Reis. Leandro Totti largou dos boxes e conduziu seu Mercedes-Benz à quinta de suas seis vitórias no ano.

Disputada em novembro, a etapa de 2013 marcou a segunda vitória de Giaffone na pista paranaense. Inscrito com o caminhão MAN, ele conquistou a pole-position da corrida. A realização do GP Crystal no mês de abril configura uma novidade ao público paranaense, habituado a acompanhar a categoria na penúltima etapa de cada campeonato, como tem acontecido nos últimos anos. A programação de treinos terá início na sexta-feira, 11 de abril.